icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/02/2015
12:00

Paulo Henrique Ganso tem deixado a torcida do São Paulo ressabiada desde a derrota para o Corinthians na semana passada. O meia se irritou e atacou o árbitro do Majestoso, Ricardo Marques Ribeiro, que agora irá processá-lo. Depois, pediu para não participar do jogo contra o Osasco Audax, que terminou em goleada por 4 a 0 no último sábado. Por fim, teve atuação discreta contra o Danubio (URU). Mas, segundo Muricy Ramalho, não há razão para preocupações.

- Ele pediu para ficar fora e fui conversar com ele para saber se tinha algum problema,. Quando o jogador tem qualquer tipo de problema, a não ser o familiar, em que não deve se meter, você tem que saber. Alguns você pode resolver. E já resolvi muitos... Ele disse que não tinha nada, que só queria se guardar um pouco para esse jogo (Danubio). E nós somos tranquilos... Se não estiver bem, é obrigação ficar fora. Não fico magoado... Joga quem estiver bem - amenizou.

Muricy está tão tranquilo em relação ao camisa 10 do Tricolor que até fez elogios a atuação do Maestro nos 4 a 0 sobre o Danubio pela 2ª rodada da Copa Libertadores da América. Para o comandante são-paulino, é hora de manter Ganso em paz para que as declarações polêmicas após o revés contra o Corinthians fiquem no passado.

- Hoje (quarta-feira) ele fez o jogo que está acostumado, deu bons passes e tratou bem a bola. Diz que está tudo bem, mas às vezes ele tem coisa que não quer falar... E também não da para perguntar toda hora. Tem de deixar ele mais tranquilo,... Nunca vi o Ganso nervoso daquele jeito, mas fora isso está tudo normal. Dia a dia dele está normal - afirmou.

A não ser que peça novamente para ser poupado, Paulo Henrique Ganso já está confirmado por Muricy Ramalho para enfrentar o Rio Claro no domingo, às 16h, no estádio Augusto Schimdt. A partida é válida pela 7ª rodada do Campeonato Paulista.