icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/02/2015
01:29

O técnico Muricy Ramalho abusou da sinceridade ao reconhecer a superioridade do Corinthians no Majestoso desta quarta-feira, pela Libertadores. Muricy disse que o Tricolor foi inferior em tudo contra o rival e acusou uma situação preocupante de seu time para a sequência da temporada.

Ele começou explicando a alteração no time, colocando Maicon no lugar do lateral-esquerdo Reinaldo, e recuando o meia Michel Bastos para a lateral.

- Queríamos o time mais ofensivo com o Michel, dois atacantes, e soltar ele (Michel), vindo um pouco mais de trás, mesmo porque tivemos problema no jogo contra o Santos naquele setor. Então, era dá liberdade pra ele. Mas as vezes a gente tenta uma coisa, e não dá certo - afirmou Muricy, que prosseguiu. 

- O Corinthians realmente se portou muito bem, e a gente acreditou na nossa técnica, escalou o time pra jogar, ter a posse, mandar no jogo. Até tivemos posse, mas sem profunidade que tem de ter. Caímos no erro outra vez do Danilo sair da área pra infiltrar alguém, como sempre fazem, isso eles sempre fazem, e caímos de novo.

Muricy ainda repreendeu os seus jogadores, que destacaram a atuação do árbitro para justificar parte do prejuízo na derrota por 2 a 0.

- Não acho que devemos passar responsabilidade pra arbitragem, porque a gente não jogou bem. Tivemos boa posse de bola, que é como a gente tem, ainda mais com esse meio com muita técnica, mas pouca profundidade. O lance parece que foi falta, mas se não faz o segundo gol, fica 1 a0, porque produzimos muito pouco. Então, temos de reconhecer que precisamos ser um pouco mais, só esse jogo de boa técnica é muito pouco. Não na Libertadores, é qualquer jogo, Paulista, Brasileiro, muito pouco. A gente produziu muito pouco, e realmente tem que ser um pouco mais ou muito mais. Falamos na preleção que estávamos jogando muito pouco, porque o único teste foi contra o Santos, e foi pouco. Então por isso mudamos, emos de melhorar muito. Temos um problema sério de profundidade, estamos buscando. Hoje foi com dois atacantes mais Ganso, e não deu certo - falou Muricy.

[[GAL:LANPGL20150219_0001]]

O comandante do São Paulo ainda disse que a situação do time preocupa para a sequência da temporada, num tom alarmanente acima do que está acostumado a fazer mesmo quando a equipe joga mal.

- Temos que melhorar muito, porque é muito pouco. No futebol não dá pro adversário não trabalhar, o goleiro, Cássio não pegou nenhuma bola. Isso que preocupa a gente, queríamos aproximação boa, liberar laterais, mais dois ataques e mais o Ganso, mas não surtiu efeito. Não tivemos penetração, jogada de fundo, muito pouco. Temos que melhorar muito, só isso não temos condições para classificar, que é nosso objetivo.

O São Paulo volta a campo no próximo sábado, contra o Osasco Audax, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Na Libertadores, o próximo duelo é na quarta-feira que vem, contra o Danubio (URU), no Morumbi.