icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
23/06/2014
19:22

Diferentemente do gerente-executivo Gustavo Oliveira e do goleiro Rogério Ceni, que desceram para o restaurante do Omni Resort, Muricy Ramalho acompanhou a goleada do Brasil por 4 a 1 sobre Camarões em seu quarto no hotel em que o São Paulo está hospedado em Orlando (EUA). O resultado garantiu o primeiro lugar do grupo A da Copa do Mundo ao time canarinho.

- Gostei muito do time, principalmente da entrada do Fernandinho, O Felipão foi muito bem ao colocá-lo, deu mais dinâmica ao time. Ele foi inteligente também ao tirar o Neymar, que era algo que todo mundo queria para não correr o risco de ficar sem ele - afirmou o treinador são-paulino, lembrando que o camisa 10 está pendurado no Mundial.

Com a goleada sobre os africanos no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, o Brasil ficou na ponta do grupo A com sete pontos, deixando o México para trás no saldo de gols (os mexicanos bateram a Croácia e ficaram com a vaga nas oitavas). Agora, a equipe de Luiz Felipe Scolari enfrenta o Chile nas oitavas de final, fase em que eliminou o adversário sul-americano nas Copas de 1998 e 2010.

- É um adversário tradicional que cai bem para o Brasil, mas desta vez é diferente. Eles têm um time rápido, forte e que marca muito. Vai ser um jogo duro - alertou o são-paulino.