icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/03/2014
12:01

A briga entre Maicon e Fabrício na manhã desta sexta-feira não passou despercebida por Muricy Ramalho. Embora tenha apenas gritado algumas palavras no momento da confusão no CT da Barra Funda, o técnico do São Paulo afirmou que não esquecerá o atrito que irá reunir os dois para conversar "na hora certa".

- Eu estava muito longe, mas deve ter sido uma jogada difícil, dura, como é todo treino nosso. Não é a primeira vez. Treino é intenso mesmo, o campo reduzido, dois toques na bola. Tiveram várias divididas. Alguém ali não gostou e reclamou. É coisa do futebol, é pegado. Já aconteceu comigo quando eu jogava. Às vezes o jogador está em um dia ruim e acontece. Não tem problema nenhum - minimizou o treinador.

Fabrício e Maicon discutem de forma ríspida em treino do São Paulo

Os volantes brigaram após dividida no meio de campo durante treino pegado entre titulares e reservas. Depois de enroscarem os braços, os dois trocaram ofensas e precisaram ser contidos por companheiros. No final da atividade, Fabrício caminhou até o banco de reservas e tentou conversar com Maicon, sob olhares da comissão técnica.

Ao ser perguntado mais uma vez sobre a confusão, Muricy foi enfático e preferiu não se estender. O técnico prometeu chamar a dupla para uma reunião em breve.

- Ninguém esquece nada não, meu filho. Só tenho cara de bobo, só isso. Na hora certa a gente conversa - declarou.