icons.title signature.placeholder RADAR /LANCEPRESS!
14/11/2014
20:00

Paulo Henrique Ganso, machucado, e Valdivia, com a seleção chilena, podem ficar fora da partida entre São Paulo e Palmeiras, no próximo domingo, às 19h30, pelo Campeonato Brasileiro. Para o técnico do Tricolor, Muricy Ramalho, a qualidade do clássico passa pelos pés dos dois camisas 10.

- Dificilmente os times têm dois números 10 como esses, não existe. São de muita qualidade. Os (jogadores) que entram são agudos, aí os times viram correria. Se o Ganso não jogar, perdemos muito também. Quem perde é o jogo - analisou o treinador do Tricolor.

Devido a um edema no joelho, o meia são-paulino não participou dos treinamentos desta sexta-feira, realizando apenas atividades de fisioterapia no Reffis. Apesar do susto, os exames realizados não indicaram nenhuma lesão grave. Portanto, o jogador deve ser reavaliado antes da partida.

- Foi uma pancada, não teve torção. Os exames não acusaram nada. Temos que esperar mesmo a revisão amanhã ou antes do jogo mesmo - disse Muricy Ramalho.

Se as possibilidades de Ganso são altas, as de Valdivia são bem menores. A serviço da seleção chilena, o jogador não deve mesmo conseguir a liberação para jogar no domingo, segundo Paulo Nobre, presidente do Palmeiras. Assim, o técnico Dorival Júnior já testou alternativas.

O Palmeiras ocupa a 14ª colocação no Campeonato Brasileiro, com 39 pontos, cinco a mais que o Vitória, primeiro time da zona do rebaixamento. Já o São Paulo ainda sonha com o título da competição. São 63 pontos, quatro a menos que o líder Cruzeiro.