icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2014
18:42

Muricy Ramalho não descartou uma possível ida para o comando da Seleção Brasileira, mas enfatizou que não pensa nisso neste momento, uma vez que está feliz com seu trabalho no São Paulo. O comandante tricolor, que já recusou um convite da CBF, ressaltou que as pessoas responsáveis por gerir o futebol nacional precisam decidir o melhor e disse que não se "empolga" com esse tipo de assunto.

- Existem pessoas que estão decidindo. Eles contrataram uma pessoa para gerir o futebol. Essa pessoa tem que ter autonomia para decidir as coisas, ou não vai adiantar nada, vai continuar a mesma coisa. Eles têm que decidir o melhor para o futebol brasileiro. Estou muito feliz no São Paulo, contente, concentrado no que estou fazendo aqui. Não me empolgo muito com essas coisas. Meu foco agora é o São Paulo - disse o comandante.

Pergutado se teria paciência para comandar a Seleção Brasileira, Muricy disse que não tem como responder, já que não viveu a experiência. O técnico ressaltou, porém, que não mudaria seu jeito de pensar.

- Eu me conheço bem. Tem de ser mais ou menos o que eu penso do futebol. Tem algumas coisas que não aceito, mas isso aí é só vendo. Sou meio São Tomé: "Só ver para crer". Tenho minha maneira de pensar e não mudo. Se cheguei onde cheguei foi por isso. Nunca cheguei lá, só vivendo isso para saber - enfatizou.

Muricy logo se irritou com a insistência no assunto e disse que não é momento para falar sobre Seleção porque o Tricolor terá um jogo importante neste sábado. O São Paulo enfrentará a Chapecoense, no Morumbi, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.