icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
20:21

Além de não sair de um empate sem gols com o Penapolense, o Corinthians viu o São Paulo ser derrotado por 1 a 0 pelo Ituano em pleno Morumbi e deu adeus às chances de classificação às quartas de final do Campeonato Paulista. O técnico Mano Menezes se irritou com a situação e sugeriu que o Tricolor não se dedicou ao máximo contra o Galo de Itu. Do outro lado, Muricy Ramalho negou se incomodar com a declaração e afirmou que seu time não tinha nenhuma obrigação com o rival.

- Ele falou, mas depois vai ver o partida e vai sentir que era impossível jogar depois que tomamos o gol. O cara fica nervoso mesmo por ser eliminado antes das partidas finais. A gente entende, não me chateia em nada. Cada um tem de fazer a sua parte, nos classificamos com muitas rodadas de antecedência. A classificação do Corinthians nao dependia da gente, dependia deles - afirmou o comandante são-paulino.

Muricy ainda usou as circunstâncias do confronto no Morumbi para tentar acalmar os ânimos de Mano Menezes. Segundo o treinador, a tempestade que caiu sobre a Zona Sul da capital paulista logo após o Ituano abrir o placar foi determinante para o resultado. O jogo chegou a ser paralisado pela chuva de granizo e o gramado ficou repleto de poças que atrapalharam a criação de jogadas.

- Infelizmente tomamos um gol e depois acabou o jogo. Não deu para jogar. Se eles (do Corinthians) tivessem visto o que aconteceu aqui, a quantidade de água que caiu no campo, eles teriam mudado de opinião. O campo estava impraticável. Às vezes as pessoas são assim, mas tem de ver o jogo, as condições primeirop. Não vou ficar entrando em polêmica. Sou do São Paulo, não do Corinthians. Isso não é problema meu e nem comemoro a eliminação do Corinthians. Eu comemoro a classificação do São Paulo - sentenciou.