icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/02/2015
14:03

Os laterais Bruno e Reinaldo foram bastante acionados na goleada do São Paulo por 4 a 0 para cima do Danúbio (URU), nesta quarta-feira, pela Libertadores. E a vitória da equipe do Morumbi passou diretamente pelos dois laterais, que deram assistências para os dois primeiros gols, ambos marcados por Alexandre Pato. Depois de ver o próprio Reinaldo, além de Jonathan Cafu, fecharem o placar, o técnico Muricy Ramalho explicou as razões que fizeram o time render no jogo seguinte da derrota por 2 a 0 para o Corinthians.

Ao contrário do que foi feito na derrota em Itaquera, Muricy deu confiança a Reinaldo na lateral esquerda e manteve Michel Bastos no meio de campo. Segundo o treinador, que entrou pressionado para a partida contra o Danúbio, o resultado das mudanças só aconteceu por conta da rotina de treinos no CT da Barra Funda. No "dia a dia", o treinador corrigiu os problemas do esquema, observou as virtudes dos uruguaios e conquistou seus três primeiros pontos.

- Eles (Danúbio) jogaram muito fechados, com linha de cinco, e quando você faz isso alguém falta do lado, por isso é muito dificil colocar três zagueiros. Conversei muito com eles (Bruno e Reinaldo), que teriam que apoiar muito, porque era lá a gente teria que entrar. A gente não gosta de prender os volantes, os coloca livres, e a possibilidade era essa mesmo, os laterais tem de agredir. No mundo todo se joga assim. Bruno foi mais ponta e saiu gol por ele, do Reinaldo também. Fizeram o trabalho dele - disse Muricy, explicando a tática aplicada no Morumbi.

O técnico do São Paulo vibrou muito com o gol marcado por Reinaldo, e aproveitou a entrevista coletiva pós-jogo para avisar que a comemoração foi direcionada à torcida, que lhe prestou homenagem no dia da 250ª vitória pelo clube.

- Vibrei para a torcida. Sei que ela nem vê jogo, mas foi para a torcida mesmo. Eles entendem o trabalho que eu faço, é muito sério mesmo. Às vezes você erra, acontece. Infelizmente não posso abraçar todo mundo, mas posso mostrar meu carinho por eles. A única coisa que conta é meu dia a dia aqui e esse respeito.