icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/11/2013
18:14


O goleiro Rogério Ceni não deve igualar recorde o número de partidas pelo mesmo clube, que pertence a Pelé, neste domingo, diante do Fluminense, às 17h, no Maracanã. O técnico Muricy Ramalho afirmou que poupará o elenco inteiro e "ignorou" a marca do seu camisa 01.

- A gente não vê esse detalhe de recorde, não é problema nosso. Nós temos de cuidar do jogador. É superimportante, isso. Não estamos pensando que ele bata recordes, mas, sim, de que ele esteja sempre bem. Talvez esse jogo ele não deva jogar - declarou o técnico, neste sexta-feira, no CT da Barra Funda.

Rogério Ceni tem 1.115 partidas pelo São Paulo. Já Pelé tem um a mais e é o jogador brasileiro que mais atuou pelo mesmo clube no país. Com isso, o goleiro deve igualar a marca do Rei do futebol na próxima quarta-feira, diante da Ponte Preta, pela ida da semifinal da Copa Sul-Americana, no Morumbi. O camisa 01 deve ultrapassar o recorde também no Cícero Pompeu de Toledo, contra o Botafogo, no dia 24.

O técnico Muricy Ramalho ainda se mostrou preocupado com o estado físico dos jogadores e, por isso, pensa em poupar alguns atletas nessa reta final de temporada. Após a goleada sofrida para o Atlético-PR, no último fim de semana, o comandante mostrou-se arrependido por ter colocado os seus titulares em campo após uma viagem desgastante à Colômbia.

- Pela sequência de jogos que estamos tendo, a gente chegou no limite em alguns jogadores. Os exames mostraram isso. A cada jogo, o exame se repete e a recuperação não é rápida. É um grande risco essa a sequência e no Rio a temperatura alta. Temos de tomar cuidado agora - completou.

A provável escalação do São Paulo para o confronto diante do Fluminense deve ter Denis, Mateus Caramelo, Rafael Toloi, Edson Silva e Clemente Rodríguez; Wellington, Fabrício, Lucas Evangelista (Lucas Silva) e Jadson; Osvaldo e Welliton.