icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2013
20:29

Muricy Ramalho assumiu a responsabilidade pela derrota do São Paulo por 3 a 0 para o Atlético-PR, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro. O técnico disse que errou na escalação, pois deveria ter poupado os jogadores que viajaram para a Colômbia, onde a equipe enfrentou o Atlético Nacional (COL) na última quarta-feira, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana.

- Eu deveria ter tirado todos que foram para a Colômbia. Achamos que dava para jogar, para chegar lá em cima na classificação, mas isso é humanamento impossível, pela sequência de jogos e viagens. Foi uma loucura - afirmou o comandante, após o embate.

Antes de ir a Medellín encarar o Nacional, o São Paulo também tinha viajado recentemente para Santiago, onde enfrentou o Universidad Católica, e Caxias do Sul, para encarar o Internacional. Por isso, Muricy eximiu seus jogadores de culpa.

- Não havia igualdade no condicionamento físico. Ainda mais no estilo de jogo de hoje, em que esticam a bola e saem correndo, precisávamos da parte física apurada. Sentimos mais o desgaste - disse Muricy.

A preocupação de Muricy com o aspecto físico não é de agora. Logo após o duelo na Colômbia, o técnico disse que estava temendo que algum de seus jogadores estourasse. O único poupado, no entanto, foi Luis Fabiano, que ficou em São Paulo para aperfeiçoar a parte física. Detalhe: ele havia dito que só iria melhorar fisicamente com sequência de jogos.