icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/02/2015
12:03

Muricy já escalou o recém-chegado Dória para o duelo do próximo sábado, pelo Campeonato Paulista, contra o Bragantino. O zagueiro emprestado por seis meses pelo Olympique de Marselha, da França, é mais uma opção do São Paulo para o setor defensivo que, apesar das críticas recebidas pela torcida, está invicto já há duas partidas. Uma das razões para essa invencibilidade, de acordo com o comandante, é a presença do jovem Lucão, de 18 anos, ao lado de Rafael Toloi.

- A gente queria ver como ele iria se comportar do lado esquerdo. Desde garoto, inclusive na Seleção, sempre jogou pelo lado direito. Ele se portou bem, mas teve dificuldade para girar e sair com a bola. O lado bom dele é o direito, que jogou toda a vida, mas ele se portou bem. É um garoto que tem muita personalidade - elogiou Muricy, que garantiu a dupla Rafael Toloi e Lucão antes da chegada de Dória.

Além de Edson Silva, quem também perdeu espaço com a nova formatação da zaga tricolor foi o experiente Antonio Carlos. Mal nos treinamentos e amistosos dos primeiros dias de 2015, o jogador de 31 anos não foi nem sequer inscrito entre os 28 nomes do Campeonato Paulista. Sem chances também na Libertadores, o veterano foi avisado por Muricy que teria que 'esperar um pouco' por novas oportunidades.

- Estou dando oportunidade aos meninos, principalmente ao Lucão. Mas conversei com ele, costumo fazer isso. Disse que ia dar ioportunidade ao Lucão e que ele ia ter de esperar um pouco - explicou o treinador.

O Tricolor inscreveu seis zagueiros no Campeonato Paulista: Lucão, Rafael Toloi, Edson Silva, Dória, Paulo Miranda e Rodrigo Caio, que deve voltar ao time só em março. Breno, que já treina no CT da Barra Funda, também ficou fora da lista, assim como Antonio Carlos.