icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/02/2015
08:01

A temporada dificilmente poderia ter um início melhor para a defesa do Vasco. Com apenas um gol sofrido nos quatro primeiros jogos do Campeonato Carioca, a linha defensiva faz sua parte para dar tranquilidade ao meio-campo e ao ataque, na construção das vitórias. O setor, com jogadores entrosados desde o ano passado, forma uma verdadeira muralha contra os rivais.

– É importante transmitir confiança no setor defensivo. Eu, o Luan, o Rodrigo e o Douglas Silva já estamos há um tempo juntos. Isso ajuda muito. Temos mostrado segurança – garante o goleiro Martin Silva, que chegou no início do ano passado e já é um dos atletas mais queridos pela torcida.

É bem verdade que o time cruz-maltino ainda não enfrentou clássicos para ser melhor testado, mas já inspira a confiança da torcida. Segundo Montoya, um fator importante para o bom desempenho da defesa, neste início de trabalho, é a mescla entre jogadores de mais idade (caso de Rodrigo, 34 anos) com mais jovens (Luan, 21).

– Um dos melhores elementos de uma equipe no futebol atual é o complemento entre experiência e juventude. E isso a nossa defesa tem. Grandes pessoas, com uma longa carreira, e outras que estão começando, com muita saúde. Isso é fundamental. É claro que o trabalho tático do Doriva também é muito importante – explicou Montoya.

A linha defensiva é formada por Martin Silva, Nei, Luan, Rodrigo e Christiano. É claro que, cada um com sua particularidade, ainda estão muito longe do que fizeram nomes históricos como Barbosa, Bellini e Mauro Galvão. Entretanto, têm honrado a bela história por eles construída.

Que o desempenho continue assim. E que a muralha continue sólida nesta quarta-feira, na partida contra o Barra Mansa, que tem somente um gol na competição.