icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
11/06/2014
07:31

- Eu nunca ia imaginar que viajaria tanto. E nem que estaria onde estou – disse Ewandro à reportagem do LANCE!Net.

O garoto de apenas 18 anos está apenas no quarto mês como profissional do São Paulo e conta os minutos para realizar o sonho de conhecer os Estados Unidos, que acontecerá neste domingo.

Antes de chegar a Orlando, na Flórida, para treinar e visitar os parques da Disney, porém, o atacante teve de enfrentar maratona entre campos e aeroportos.

No dia 30 de maio, Ewandro embarcou ao lado de Boschilia para disputar a Panda Cup com a Seleção Brasileira sub-20 na China. Além dos zagueiros adversários, Ewandro teve de encarar longas horas de viagem, com escala na Alemanha para chegar e voltar de terras chinesas. O trajeto de ida e volta ao Brasil "custou" 34.446 km.

- A ida foi muito pior, porque os filmes eram legendados em inglês. Não consegui entender nada. Na volta, que era em português, vi os três primeiros filmes do Bourne (ver memória ao lado) e só dormi no quarto – relatou o jovem.

Para piorar, o voo de volta da Alemanha atrasou e o atacante chegou em cima da hora para finalizar o processo da retirada do visto americano. O atraso quase atrapalhou a visita à família no Recife.

Com a velocidade que garante ter deixado os zagueiros chineses para trás no jogo decisivo da Panda Cup, Ewandro passou pelo CT da Barra Funda para almoçar, apanhar pertences e voltar a voar.

- Minha perna está até dura de tanto ficar sentado. Viajei tanto esses dias que ir para Orlando (6.892 km) será fácil – brincou.

Quando voltar dos Estados Unidos no dia 28 de junho, Ewandro terá somado 52.490 km de viagens, distância 12.415 km maior do que a circunferência do planeta Terra.