icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/12/2013
15:44

Ronaldinho Gaúcho é a grande esperança do Atlético-MG para vencer o Raja Casablanca nesta quarta-feira e disputar a final do Mundial de Clubes no sábado, próximo. Mas o camisa 10 destacou que tem tudo muito separado na cabeça e disse não se considerar um protagonista do Galo. Seu objetivo é contribuir bem para o bem coletivo do Galo.

- Eu quero vir aqui com meu jeito de sempre, procurar fazer a minha parte, e fazer história mais uma vez. Nada de protagonista. Quero jogar minha bola quietinho e voltar para casa com o título - afirmou o jogador.

R10 viveu algo parecido em 2006. Após não jogar bem na Copa do Mundo da Alemanha, Ronaldinho tinha tudo para se redimir no Japão, quando o Barcelona disputou seu segundo Mundial de Clubes. Mas a derrota para o Internacional, apesar de ainda ser uma marca negativa para o craque, serve de motivação para ajudar o Galo diante do Bayern, ou, quem sabe, do Guangzhou Evergrande-CHI.

- Tristeza é grande toda vez que nao se conquista título importante, te serve de motivação para poder voltar para casa feliz, sei o quanto é ruim não conquistar um título desse e serve de motivação para mim - afirmou o jogador, que disse admirar os jogadores comandados por Pep Guardiola:

- Tem muitos jogadores que eu gosto, independente da posição, a nível de Seleção, não tem como não adimirar