icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/12/2013
13:18

O Bayern dispensa comentários. Hoje, é o melhor time do mundo, tem o melhor treinador, um dos finalistas ao prêmio Bola de Ouro (o francês Ribéry) e elenco impecável, no qual todos os 28 jogadores do enxuto elenco já defenderam suas seleções. Cinco ainda são bem jovens e só atuaram nas seleções de base. E apenas dois – um deles o lateral brasileiro Rafinha – não são chamados atualmente para as seleções.

O Bayern está no Mundial após ganhar a Champions com direito a duas goleadas sobre o Barcelona nas semis e vitória dramática sobre o rival Dortmund na final em Wembley.

O título fez justiça a um time que nos últimos quatro anos chegou na final europeia três vezes e que em 2012 perdeu o título em casa para o Chelsea, nos pênaltis. Injusto.

No Mundial, o Bayern tentará fechar a quíntupla coroa. Além da Liga, levou a Copa da Alemanha, o Alemão e a Supercopa da Europa.

MAIS MUNDIAL:
> Assaf vê Galo com chance de superar favorito Bayern
> Atlético-MG, vivendo um ano especial, está perto do topo
> Guangzhou Evergrande pensa grande e sonha com título
> Monterrey ficou muito bom para o Atlético-MG
> Maior clube africano, Al Ahly impõe respeito
> Raja Casablanca depende do fator casa
> Auckland tem apenas a experiência como trunfo

Mas até mesmo os gigantes enfrentam problemas. Diferentemente de todos os outros rivais, o Bayern segue focado em todas as frentes sem priorizar apenas o torneio no Marrocos. Ontem, enfrentou o Manchester City pela rodada fina da fase de grupos da Liga 2013/14 num duelo dos classificados do Grupo D. No sábado fará clássico contra o Hamburgo pela Bundesliga e, encerrado o jogo, pegará o voo para o Marrocos. Tudo corrido.

E chegará em Agadir desfalcado de dois craques: Schweinsteiger, que operou o joelho, e Robben, que machucou o joelho na goleada de 7 a 0 sobre o Werder Bremen no sábado passado e para por 45 dias.

– Realmente queria terminar com sucesso, ganhando o Mundial de Clubes. Mas verei meus companheiros brilharem – disse Robben.

Menos mal que Ribéry se recuperou a tempo do Mundial. E será ele o grande protagonista da competição ao lado de Ronaldinho.

Bayern de Munique:

Goleiros

1-Neuer
22-Starke
32-Raeder

Defensores
4-Dante
5-Van Buyten
13-Rafinha
15-Kirchhoff
17-Boateng
21-Philip Lahm
26-Contento
27-Alaba

Meias
6-Thiago Alcântara
7-Ribéry
8-Martinez
10-Robben
11-Shaqiri
19-Mario Götze
23-Weiser
25-Thomas Müller
34-Hojbjerg
39-Kroos

Atacantes
9-Mandzukic
14-Pizarro

Técnico: Pep Guardiola