icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/07/2014
00:21

Foram, aproximadamente, quatro semanas de treinamentos, incluindo cinco jogos-treinos, para o tão esperado recomeço no Campeonato Brasileiro. É, mas parece que o longo tempo de ensaio não foi suficiente para que o elenco comandado por Ney Franco colocasse em prática tudo o que foi planejado pelo treinador.

Não adiantou mudança no esquema tático, tampouco os discursos confiantes. Assim como se acostumou a fazer antes da paralisação do Brasileirão para a Copa do Mundo, o Flamengo decepcionou o torcedor. E o que parecia não poder piorar, piorou. A derrota por 2 a 1 na noite desta quarta, em Macaé, para o Atlético-PR não só manteve o Rubro-Negro carioca na zona de rebaixamento da competição, como o colocou na última colocação.

– Nossa equipe ficou o tempo todo em cima, tentando o gol – disse André Santos, que teve o discurso endossado por Chicão:

– É uma situação difícil, pois todos viram que nós tentamos o jogo inteiro. Precisamos melhorar ainda mais nas próximas rodadas.

Sem muito tempo para lamentar, o Fla terá o Internacional pela frente, neste domingo, para tentar largar a lanterna do Brasileirão.

E MAIS
> Parou no tempo? Fla joga mal, perde para o Atlético-PR e fica na lanterna
> Luiz Antonio, após derrota do Flamengo: 'Está difícil sair desta má fase'
> Eduardo da Silva acerta com o Fla e já deve se apresentar nesta quinta

L!TV:
> Após derrota, Ney Franco crê em reação contra o Inter