icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/07/2013
17:28

O Criciúma está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Tigre jogará duas partidas seguidas em casa, e quer aproveitar o fator torcida para abandonar a situação incômoda em que se encontra na tabela. Para ter sucesso nos próximos jogos, contra Goiás e Grêmio, respectivamente, o treinador Vadão começou a promover mudanças no time.

Na defesa - uma das mais vazadas do Brasileirão, com 13 gols sofridos -, Fábio Ferreira, ex-Botafogo, que se lesionou durante a campanha do Catarinense, retorna à equipe no lugar de Ewerthon Páscoa. Há mudanças também no setor ofensivo. Com a contusão de Lins, Cassiano completará o trio ofensivo, que tem ainda Morais e Wellington Paulista.

- Muda jogador, mas a forma de atuar será a mesma em que a gente vinha jogando. Temos uma necessidade de vitória muito grande. O Goiás é um adversário direto. Se a gente vencer, passamos eles na classificação, então temos uma grande chance para reverter a situação. Temos que vencer e a postura tem que ser vitoriosa - disse o comandante Vadão.

O Criciúma enfrenta os goianos no domingo, às 18h30, no Heriberto Hulse, em Santa Catarina.

O Criciúma está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Tigre jogará duas partidas seguidas em casa, e quer aproveitar o fator torcida para abandonar a situação incômoda em que se encontra na tabela. Para ter sucesso nos próximos jogos, contra Goiás e Grêmio, respectivamente, o treinador Vadão começou a promover mudanças no time.

Na defesa - uma das mais vazadas do Brasileirão, com 13 gols sofridos -, Fábio Ferreira, ex-Botafogo, que se lesionou durante a campanha do Catarinense, retorna à equipe no lugar de Ewerthon Páscoa. Há mudanças também no setor ofensivo. Com a contusão de Lins, Cassiano completará o trio ofensivo, que tem ainda Morais e Wellington Paulista.

- Muda jogador, mas a forma de atuar será a mesma em que a gente vinha jogando. Temos uma necessidade de vitória muito grande. O Goiás é um adversário direto. Se a gente vencer, passamos eles na classificação, então temos uma grande chance para reverter a situação. Temos que vencer e a postura tem que ser vitoriosa - disse o comandante Vadão.

O Criciúma enfrenta os goianos no domingo, às 18h30, no Heriberto Hulse, em Santa Catarina.