icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/02/2015
11:35

Depois do anúncio de que Chris Weidman havia se lesionado e estaria fora do UFC 184, a maior organização do mundo trabalhou para tentar manter Vitor Belfort no mesmo show. Depois das revelações de que o brasileiro pediu Yoel Romero e recusou enfrentar Lyoto Machida, oferecido pela franquia, o ex-campeão também se negou a enfrentar outro nome: Gegard Mousasi.

Segundo o armênio-holandês, a organização o procurou para oferecer a luta de última hora contra Vitor pelo cinturão interino, ele aceitou após conversar com sua equipe, mas o brasileiro não quis.

- O UFC me ligou e me perguntou se eu lutaria com Vitor Belfort. Disse que tinha de conversar com meus treinadores. Não queria me precipitar. Eu também queria muito descansar, mas depois de conversar com meus técnicos eu estava interessado em lutar. Eu entendo que ele (Vitor) não quer correr o risco e perder uma chance pelo cinturão. É um risco nesse ponto da carreira. Ele não precisa correr esse risco. Não posso culpá-lo - explicou Mousasi, em entrevista a Fox Sports.