icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/07/2013
11:16

Em alta no Atlético-MG nos últimos três jogos da equipe, Guilherme tem motivos de sobra para comemorar a boa fase individual e coletiva do Galo. Autor do gol salvador diante do Newell’s Old Boys, o meia se transformou em um amuleto no banco de reservas de Cuca. Nesta quarta-feira, apesar do jogador continuar na reserva, Guilherme mostra motivação dar sequência ao bom futebol que apresentou nas últimas semanas.

- Fico muito feliz por tudo que aconteceu comigo nos últimos dias. Se a vitória sobre o Criciúma na semana passada foi um bom combustível e trouxe confiança para o jogo contra o Newell's, uma vitória sobre o atual campeão da Libertadores, mesmo sem alguns jogadores importantes, pode nos trazer ainda mais moral para a final – comentou o atacante, referindo-se às partidas contra o Criciúma e Newell’s Old Boys, no Independência, e Corinthians, no Pacaembu. Em todas as ocasiões, Guilherme realizou ótimas apresentações, participando direto ou indiretamente dos gols.

MAIS:
> Cuca veta Donizete e revela dúvida entre Rosinei e Luan
> Conmebol confirma segunda partida da finalíssima no Mineirão

Com a delegação atleticana em solo paraguaio, Guilherme não quer deixar os últimos jogos para trás e focar nos próximos dois próximos duelos mais importantes da história do Atlético-MG.

- Independentemente do que passou, agora precisamos focar 100% na grande decisão que temos pela frente. Enfrentaremos o Olimpia lá no Paraguai e, por isso, todo cuidado é pouco. Assim como nós, eles chegaram com méritos à final e já provaram que têm um time difícil de ser batido, é um tricampeão da América. Merecem todo respeito do mundo, mas entraremos para fazer o nosso jogo, assim como em toda competição até agora – concluiu o jogador.

Em alta no Atlético-MG nos últimos três jogos da equipe, Guilherme tem motivos de sobra para comemorar a boa fase individual e coletiva do Galo. Autor do gol salvador diante do Newell’s Old Boys, o meia se transformou em um amuleto no banco de reservas de Cuca. Nesta quarta-feira, apesar do jogador continuar na reserva, Guilherme mostra motivação dar sequência ao bom futebol que apresentou nas últimas semanas.

- Fico muito feliz por tudo que aconteceu comigo nos últimos dias. Se a vitória sobre o Criciúma na semana passada foi um bom combustível e trouxe confiança para o jogo contra o Newell's, uma vitória sobre o atual campeão da Libertadores, mesmo sem alguns jogadores importantes, pode nos trazer ainda mais moral para a final – comentou o atacante, referindo-se às partidas contra o Criciúma e Newell’s Old Boys, no Independência, e Corinthians, no Pacaembu. Em todas as ocasiões, Guilherme realizou ótimas apresentações, participando direto ou indiretamente dos gols.

MAIS:
> Cuca veta Donizete e revela dúvida entre Rosinei e Luan
> Conmebol confirma segunda partida da finalíssima no Mineirão

Com a delegação atleticana em solo paraguaio, Guilherme não quer deixar os últimos jogos para trás e focar nos próximos dois próximos duelos mais importantes da história do Atlético-MG.

- Independentemente do que passou, agora precisamos focar 100% na grande decisão que temos pela frente. Enfrentaremos o Olimpia lá no Paraguai e, por isso, todo cuidado é pouco. Assim como nós, eles chegaram com méritos à final e já provaram que têm um time difícil de ser batido, é um tricampeão da América. Merecem todo respeito do mundo, mas entraremos para fazer o nosso jogo, assim como em toda competição até agora – concluiu o jogador.