icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/11/2013
23:01

Morreu no Horto. Precisando vencer para ainda sonhar com um milagre de permanecer na elite, neste sábado, o Náutico foi ao Independência e voltou com uma derrota para o campeão da Libertadores. O Atlético-MG fez seu dever de casa e venceu o Timbu por 5 a 0. Fernandinho, Jô, Guilherme, Diego Tardelli e Alecsandro foram os responsáveis por balançar as redes.

Com a goleada, o Galo dorme na sexta posição, com 48 pontos. Na lanterna da tabela, o Náutico permanece com 17 pontos, e está matematicamente rebaixado, já que só pode chegar aos 35 pontos nas seis rodadas que ainda restam na competição.

PASSEIO COMPLETO DO GALO

Conforme esperado, o Atlético adotou o seu estilo no Horto. Atuando dentro de seus domínios, o time da casa não deixou o Náutico jogar e dominou por completo o início do jogo. A primeira boa oportunidade do Galo saiu na rápida descida de Guilherme, servindo Fernandinho, que só não marcou por causa da boa defesa de Ricardo Berna.

Perdido em campo, o Timbu pouco conseguia produzir quando ficava com a bola. Não demorou muito e o camisa 11 do Galo se redimiu. Em belíssimo passe de Diego Tardelli, Fernandinho, cara a cara com Berna, deu um love toque na bola, que foi morrer no cantinho do gol: 1 a 0 Atlético-MG.


Diego Tardelli e Fernandinho foram os principais nomes do setor ofensivo atleticano. O time se movimentava bastante, com toques rápidos e triangulações, não dando chance alguma para o Timbu. O time pernambucano, que já estava sem reação, ficou ainda mais perdido após o chapéu de Fernandinho em Willian Alves antes de assistir Jô, que completou para o gol, fazendo o segundo gol do Galo.

E MAIS:
> Jô comenta gol diante do Náutico e preparação do Galo para o Mundial
> Morreu no Horto! Galo vence e decreta queda do Náutico
> Derley lamenta o rebaixamento e pede desculpas a torcida do Náutico

Com boa vantagem no placar, o Atlético tirou o pé do acelerador, diminuiu o ritmo, tocou a bola com mais paciência e cadenciou o restante do primeiro tempo. Com a marcação adiantada, o time até chegou a ceder espaços para o contra-ataque do Náutico, mas os visitantes, muito dependentes dos lançamentos longos para Maikon Leite, não souberam aproveitar as poucas oportunidades que tiveram.

TARDELLI ENCERRA JEJUM À LA R10

Mal começou o segundo tempo e o Atlético tratou de imprimir o mesmo ritmo da etapa inicial. Com pouco mais de dez minutos de jogo, o Galo fechou de vez a tampa do caixão e selou a ida do Náutico à segunda divisão. Diego Tardelli bateu escanteio, Jô desviou e Guilherme, aproveitando a falha de marcação, completou de cabeça para o gol. Marcelo Martelotte que ainda permanecia de pé à beira do gramado, traduziu o sentimento do torcedor do Timbu ao voltar para o banco de reservas.

Com 3 a 0 no placar, a partida tomou ritmo de treino. Mas ainda faltava o gol de Tardelli. O gol para espantar toda o tempo que o atacante, embora realizando ótimas apresentações, não balançava as redes. Em belíssima cobrança de falta cobrada no canto direito de Berna, Tardelli guardou o quarto do Galo e voltou a comemorar um tento desde o dia 25 de agosto, pela 16ª rodada do Brasileiro, em partida contra a Portuguesa.

Cuca resolveu mexer e imprimiu de uma só vez as entradas de Luan e Alecsandro. Com menos de dois minutos em campo, Luan recebeu pela extrema direita, aplicou uma linda chaleira e cruzou para Alecsandro fazer o quinto. Festa no Independência com a goleada de mão cheia atleticana. Do outro lado, o Náutico não teve nada para tirar da partida. Além do placar elástico, o time está matematicamente rebaixado e vai disputar a segunda divisão do Brasileiro em 2014.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 5 X 0 NÁUTICO

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data-Hora: 2/11/2013 - 21h (de Brasília)
Árbitro: Wágner Reway (MT)
Auxiliares: Márcio Gleidson Correia Dias (PA) e Sérgio H. Campelo Gomes (MA)
Renda/Publico: 13.255/ R$350.760,00
Cartões Amarelos: Bruno Collaço (10'/2ºT),
Cartão Vermelho: Não houve.

Gols: Fernandinho, 10'/1ºT (1-0), Jô, 22'/1ºT (2-0), Guilherme, 11'/2ºT (3-0), Diego Tardelli, 21'/2ºT (4-0), Alecsandro, 29'/2ºT (5-0).

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Lucas Cândido; Pierre, Josué (Luan, 27'/2ºT), Guilherme e Fernandinho (Neto Berola, 35'/2ºT); Tardelli e Jô. Técnico: Cuca.

NÁUTICO: Berna; Auremir, João Filipe, William Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Martinez, Derley e Tiago Real; Maikon Leite (João Paulo, 24'/2ºT) e Olivera (Helder - intervalo). Técnico: Marcelo Martelotte.