icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/06/2014
07:02

O ex-atacante do Internacional, São Paulo, Goiás e Seleção Brasileira, Fernandão, de 36 anos, morreu na madrugada desse sábado em um acidente de helicóptero, em Goiás. O ex-jogador se deslocava de Aruanã para Goiânia, mas a aeronave caiu poucos metros depois de decolar, ainda sem motivo revelado.

Fernando Lúcio da Costa estava em um helicóptero com mais quatro pessoas no momento do acidente, na região de Aruanã, e não houve nenhum sobrevivente. As outras quatro vítimas são Milton Ananias, Lindomar Mendes Vieira, Antônio de Pádua e Edmilson de Souza.

A informação foi confirmada ao veículo pelo Presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Noveletto. O acidente aconteceu por volta da 1h30, quando a aeronave que transportava Fernandão caiu em um rio, em uma região de pesca no estado do Centro-Oeste.

Um dos maiores - senão o maior - ídolo da história do Internacional, Fernandão chegou ao clube em 2004, há quase 10 anos, após ser contratado do Olympique de Marselha. Logo na estreia, já marcou o gol mil na história dos Gre-Nais e ficou imortalizado. Dois anos depois, levantou a primeira Libertadores dos gaúchos, além de ser o capitão na conquista do Mundial, contra o Barcelona, no final do ano. O ex-atacante iniciou a carreira no Goiás e ajudou na conquista de cinco estaduais, duas Copas Centro-Oeste e a Série B. Foi negociado para a França em 2001, ainda jovem. Atuou ainda no São Paulo, Olympique de Marselha, Toulose e Al-Gharafa.

Como técnico do Inter, Fernandão declara seu amor ao clube