icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/11/2013
18:07

O Santos não tem mais chances de conquistar uma vaga na Libertadores ou de cair para a Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar da confirmação de que Claudinei Oliveira não segue no comando da equipe em 2014, o meia Montillo não acredita que os últimos três jogos do Brasileirão servirão apenas para “mostrar serviço” para o sucessor do técnico e pede foco por vitórias.

- Não é para mostrar serviço, é para acabar o ano da melhor maneira. Foi um ano difícil, não conseguimos nossos objetivos, mas acho que os jogos que faltam não são para mostrar serviço para ninguém. Quando você veste uma camisa muito grande, tem que jogar sempre para ganhar. Não sei quem vem, mas quem vai chegar conhece todo mundo que está aqui – declarou o jogador em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Após acompanhar a demissão de Muricy Ramalho, Montillo lamentou a notícia de que Claudinei não será mantido no cargo. O meia enalteceu o papel do treinador e a confiança que os atletas têm nele.

- Sempre falo que quando um treinador fica sem trabalho é muito ruim para todo mundo. Ninguém quer que saia treinador. Mas isso daí é uma decisão da diretoria e dele também. É uma decisão muito individual. Tentamos fazer o que ele quer dentro de campo. A gente sempre tentou fazer o melhor – afirmou.