icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira
10/12/2013
07:47

Conhecido pelas declarações fortes e posições polêmicas, Carlos Augusto Montenegro, ex-presidente do Botafogo, não mediu as palavras para descrever a passagem do técnico Oswaldo de Oliveira por General Severiano. Membro influente da política do clube, Montenegro disse que o treinador era frio e nunca teve a empatia da torcida. E ainda fez graves acusações contra o treinador.

- Quando ele queria criticar o time, mandava a mulher fazer pela internet. Ele é a maior montanha-russa de emoções. É o cara mais frio que já vi. Nunca teve empatia e quando o time perdia uma partida, ele não mostrava vibração. Ele mesmo passava a mensagem de que não acreditava no time. Tinha um pessimismo tremendo. Ainda chegou ao cúmulo de dizer que torcia para a Ponte Preta na final da Sul-Americana - esbravejou Montenegro.

Apesar de todas as críticas, o ex-presidente alvinegro afirmou que Oswaldo conseguiu algumas coisas boas na sua passagem de dois anos pelo clube.

- O Botafogo venceu partidas antológicas com ele, apesar de outras humilhantes - como a goleada para o Flamengo. Mas Oswaldo teve participação fundamental na conquista do Estadual desse ano e no lançamento de muitos garotos da base do Botafogo.