icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/11/2013
18:57


Na partida entre Al Nahda e Al-Ittihad, realizada nesta quinta-feira, na Arábia Saudita, Jobson, ex-Botafogo, teve uma atitude bastante admirada pelos torcedores locais. Aos dez minutos do segundo tempo, o público pôde assistir à cena incomum no futebol. Com a bola nas mãos, o goleiro do Al Nahdam, Taisir Al Antaif, tinha a bola em mãos e o cadarço da chuteira esquerdo desamarrado. Com luvas, o arqueiro não teria tempo hábil para amarrá-lo e colocar a bola em jogo.

Assim, o atacante brasileiro teve um gesto nobre. O camisa 7 amarrou a chuteira e recebeu os cumprimentos do rival. O árbitro, por sua vez, ignorou e marcou a regra dos ''seis segundos''.

Nada que pudesse modificar a cabeça dos jogadores do Al-Ittihad. Leandro Bonfim, também brasileiro e companheiro de Jobson, cobrou a falta para linha de fundo e recebeu os aplausos no estádio. No fim, tudo igual para as duas equipes com o empate em 4 a 4, e certeza que o futebol é que saiu ganhando com este episódio.