icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/04/2014
14:06

Dois velhos conhecidos estarão frente a frente na noite desta quarta-feira, às 22h, no Nuevo Gasómetro, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Criador e criatura, Edgardo Bauza e Hernán Barcos se encontram após dois anos com um título da Recopa Sul-Americana no currículo.

Bauza e Barcos estiveram juntos na LDU, de 2010 a 2012, quando se destacaram. O treinador transformou um centroavante até então comum, com passagens por diversos clubes, em um Pirata temido e que desbravaria os mares. Com a camisa 16 da equipe equatoriana, Barcos acabou se destacando e indo para o Palmeiras.

Recentemente, Bauza quis que os caminhos se juntassem novamente. Tentou levar o Pirata para o San Lorenzo quando assumiu, em dezembro, em uma lista entregue de centroavantes. Blandi, que deve ser desfalque nesta quarta, acabou sendo contratado.

- Com a experiência que tem, ele conhece o Grêmio. Vai fazer sua parte, mas não estamos pensando muito no San Lorenzo e sim no que estamos tentando fazer - comentou o centroavante Barcos.

O duelo entre os dois tem um significado grande para o Grêmio, que chega após duas derrotas consecutivas, sendo uma delas uma goleada em clássico Gre-Nal. O Tricolor terá os desfalques de Rhodolfo e Wendell para a partida - Geromel e Léo Gago ganham chance. Luan poderá ser utilizado e deve ficar no banco. O provável Grêmio tem Marcelo Grohe; Pará, Werley, Geromel e Léo Gago; Edinho, Ramiro, Riveros, Zé Roberto e Dudu; Barcos.