icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/03/2014
19:10

Todos os oito finalistas da Superliga Feminina poderão ser conhecidos neste domingo. Para isso, o Brasília tem a missão de vencer pelo menos um set diante do líder Molico/Osasco. As equipes se enfrentam em jogo isolado da 12ª rodada do returno a partir das 11h (com SporTV), no Sesi Taguatinga.

Com 35 pontos, o Brasília é o oitavo colocado, seguido pelo Barueri, que soma 29 tentos. Se o time paulista somar três pontos nos dois jogos que restam, ficará empatado. Mas um set vencido por Paula Pequeno e companhia contra o Molico deixará a equipe em vantagem no saldo de sets, de modo que não poderá ser ultrapassada.

Embora a classificação do time candango esteja próxima, o favoritismo no jogo estará todo do lado paulista. A equipe de Luizomar de Moura venceu todos os 24 jogos disputados até o momento e detém o recorde de invencibilidade no torneio.

– O Brasília é um time muito experiente. Pode não estar lá em cima na tabela, mas é um adversário complicado de ser batido pela experiência e qualidade das jogadoras. Do lado de lá tem a Érika, a Dani Scott e a Paula que sempre sabem o que fazer com a bola. A Camila Adão é uma grande levantadora. Em momentos difíceis sabemos que a juventude pode não saber o que fazer e elas estão muito bem preparadas e sabem o que fazer com a bola – declarou a central Thaisa.

Molico/Osasco, Vôlei Amil, Unilever, Sesi-SP, Banana Boa/Praia Clube, Pinheiros e São Cristóvão Saúde/São Caetano já estão garantidos nas quartas de final.

No primeiro turno, Molico e Brasília se enfrentaram em Osasco, e o time paulista derrotou as brasilienses por 3 sets a 0.