icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/11/2013
18:59

O Molico/Osasco vai completar nesta sexta-feira uma série de quatro partidas contra o Pinheiros em apenas uma semana. Depois de garantir uma vaga na decisão do Campeonato Paulista em cima do rival, a equipe do técnico Luizomar de Moura tentará manter a invencibilidade na Superliga Feminina. As equipes são as únicas que ainda não perderam na competição. O confronto acontecerá às 19h30, no Ginásio José Liberatti.

A sequência teve início na sexta-feira, quando o time de Osasco não teve muitos problemas para vencer por 3 a 0, ainda pela primeira fase do estadual. Ao longo desta semana, foram dois encontros pela semifinal. No primeiro, nova vitória das osasquences, por 3 a 0. Na última quinta-feira, o Pinheiros mostrou sua força e igualou a série, ao fazer 3 a 2. A decisão, no golden set, terminou melhor para o Osasco: 21-15.

— Os dois times se conhecem muito bem pela sequência de jogos que estão se enfrentando. Será uma partida muito difícil, decisiva e importante porque vale a liderança da Superliga e para conquistarmos a vitória precisaremos errar o mínimo possível. Sabemos das dificuldades que teremos neste jogo e o vitorioso será o time que entrar mais determinado em quadra — disse a levantadora Fabíola.

Além do conhecimento adquirido nos últimos confrontos, o técnico Wagão tem muito a dizer às suas comandadas sobre o elenco adversário. Auxiliar de José Roberto Guimarães na Seleção Brasileira, ele tem a missão de encontrar uma fórmula para marcar as estrelas que estarão do outro lado da quadra, uma delas, em especial: a oposto Sheilla, grande destaque do último encontro.

— Certamente você usa essas informações, mas elas também acabam conhecendo o jeito que você pensa, então vale para os dois lados. E como são jogadoras de alto nível, você tenta pensar mais numa tática coletiva para minimizar os espaços. É muito difícil você fazer uma marcação específica na Sheilla, por exemplo. Alguma hora o talento dela vai aparecer e sobressair — lembrou o treinador.