icons.title signature.placeholder Renato Homem
26/12/2013
15:49

A NBA bem que tentou uma ação inédita para marcar os tradicionais jogos de Natal da liga. A rodada natalina de cinco jogos transcorreu sem maiores problemas, com exceção de um detalhe:  as dez equipes que entraram em quadra na quarta-feira vestiam camisas com manga, algo inédito no mais concorrido torneio de basquete do mundo.

Jogadores, torcida e imprensa especializada foram unânimes em rejeitar o uso de camisetas com manga. Os atletas foram os mais incisivos nas críticas: "é o que há de pior", afirmaram em uníssono.

O astro da NBA e ala do Miami Heat, LeBron James, foi além.

- Definitivamente me deu uma sensação diferente. Me senti um pouco puxado - disse ele, que antes mesmo de jogar já havia manifestado a sua curiosidade de como os arremessadores iriam se portar diante da novidade.

O ala-pivô alemão do Dallas Mavericks, Dirk Nowitzki, se disse conservador.

- Podem me chamar de ultrapassado, mas essas camisas com manga são terríveis - afirmou.

Mais contunde de todos, o pivô do Portland Trail Blazers, Robin Lopez, defendeu a destruição em massa da novidade.

- Essas camisas (com manga) deveriam ser todas elas queimadas e massa - exagerou.