icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/12/2013
13:16

O torcedor do São Paulo pode comemorar: o goleiro, ídolo e capitão são-paulino Rogério Ceni renovou seu contrato com o clube por mais uma temporada. O camisa 01 havia prometido anunciar sua decisão em relação à continuidade ou não até este sábado, o que ocorreu. O anúncio foi feito por meio do site oficial do Tricolor.

Ceni se reuniu com o presidente Juvenal Juvêncio e com o vice de futebol João Paulo de Jesus Lopes na manhã deste sábado, no CT da Barra Funda. O novo vínculo é válido até dezembro da próxima temporada.

- O que mais me motivou a renovar o contrato, primeiro, é a oportunidade de continuar aqui no São Paulo, minha segunda casa. Eu adoro isso aqui, é praticamente a minha vida. Mas também pela insistência do clube, do presidente Juvenal Juvêncio que vem sendo tão incisivo comigo para que eu continue, assim como as declarações do Muricy pedindo a minha permanência, porque é muito bom trabalhar com a confiança de quem comanda o clube. É uma grande honra ter esse carinho do clube, e com muita seriedade e comprometimento, vou fazer o possível para termos um 2014 melhor - declarou o goleiro.

No próximo mês de janeiro, Ceni completará 41 anos de idade. Autor de 113 gols na carreira, o maior goleiro-artilheiro da história do futebol mundial terá a oportunidade de seguir batendo ou aumentando seus recordes. Em 2013, superou Pelé como o jogador que mais vezes vestiu a camisa de um clube, e atualmente tem 1.119 apresentações pelo São Paulo.

Com 23 anos de casa, Ceni poderá também aumentar o número de conquistas alcançadas. Entre as mais importantes que já ganhou, estão o tri do Campeonato Brasileiro, em 2006, 2007 e 2008, e a Copa Libertadores e o Mundial Interclubes de 2005.

Ao longo desta temporada, o ídolo tricolor alternou bons e maus momentos. Chegou a desperdiçar quatro penalidades consecutivas (Bayern-ALE, pela Copa Audi, e Portuguesa, Criciúma e Corinthians, pelo Brasileirão), série negativa que foi quebrada contra o Flamengo, quando marcou o primeiro gol na vitória por 2 a 0, em Itu, no último dia 11 de novembro.

Por outro lado, colecionou algumas boas atuações, com destaque para a ótima partida que fez contra a Universidad Católica (CHI), pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na ocasião, o São Paulo venceu os chilenos por 4 a 3, garantiu vaga para as quartas de final do torneio e o arqueiro teve sua atuação comparada à que fez há oito anos na final do Mundial, contra o Liverpool (ING).