icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
14/06/2014
13:44

O assunto incomoda o técnico Oscar Tabárez e grandes líderes do Uruguai, sobretudo o capitão Diego Lugano, mas a própria torcida faz questão de resgatar a mística do Maracanazo. Em Fortaleza (CE), a poucas da abertura do Grupo D, às 16h, no Castelão, diante da Costa Rica, os fanáticos pintaram as ruas de azul e muitos deles com referência ao bicampeonato de 1950.

Uma bandeira apenas com os dizeres "Maracanazo 2 - 1950 e 2014" tremulava próxima ao Fifa Fan Fest na praia de Iracema, enquanto os torcedores entoavam cânticos com extrema empolgação.

No palco do confronto, um grupo de quatro homens se vestiam propositalmente com os quatro números que injustamente condenaram Barbosa com pena além da vida. Nas costas da camiseta, o recado: "Fantasma". É, Tabárez...


Torcedor uruguaio se veste de 'Fantasma de 1950' (Foto: Caio Carrieri)