icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/07/2014
10:30

Ainda com o pensamento no segundo jogo da final da Recopa, na próxima quarta-feira, o Atlético-MG recebe o Bahia nesta noite de sábado, no retorno ao Independência. A última vez que o time mineiro atuou em Belo Horizonte foi no clássico contra o Cruzeiro, dia 11 de maio. Diferente daquela ocasião, desta vez Levir Culpi deverá levar um time misto para o Horto, já que pretende preservar alguns atletas para a finalíssima contra o Lanús.

O Galo já não poderá contar com Pierre e Emerson Conceição, ambos suspensos. No primeiro e único treinamento antes da partida, realizado nesta última sexta-feira, Levir Culpi treinou a equipe sem Ronaldinho, Tardelli e Leandro Donizete, que sequer serão relacionados para o jogo. Dátolo, Guilherme e o volante Eduardo ganharam as vagas na equipe. Recém liberados pelo departamento médico, o zagueiro Réver segue de fora, mas o lateral Pedro Botelho deverá compor o banco de reservas.

Historicamente, o Atlético-MG irá defender um tabu positivo que dura desde a temporada de 2002. Há 12 anos, o time mineiro não perde para o tricolor baiano. Quando o comparativo é de jogos como mandante, o tabu aumenta para 15 anos sem ser derrotado para o Bahia. A última derrota atleticana para o Bahia aconteceu no Brasileirão de 2002, por 5 a 3 na Fonte Nova.

O Bahia deve ter algumas alterações em relação ao time da útilma rodada. Nos treinos antes do jogo, ele sacou o argentino Maxi Biancucchi, que foi substituído no intervalo da partida contra o São Paulo, e promoveu a entrada de Emanuel Biancucchi, irmão do antigo titular. Além disso, Rhayner sentiu dores na coxa e não foi à campo, embora vá seguir com o grupo para Belo Horizonte. No seu lugar, entrou William Barbio.

A última mudança foi a saída do volante Wilson Pittoni para a entrada de Uelinton, que joga na mesma posição. O meia Lincoln segue fora, recuperando-se de lesão.

O zagueiro Adaílton, recém-contratado, já estará à disposição do treinador Marquinhos Santos, após ter sido regularizado. Entretanto, ele deve ficar na reserva. Outro que chegou há pouco, Kieza, sentiu desconforto muscular e não deve ser relacionado.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG x BAHIA

Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 19/7/2014 – às 18h30
Árbitro: Vinicius Furlan (CBF/SP)
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) e Vicente Romano Neto (SP)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Alex Silva; Josué, Eduardo, Dátolo, Maicosuel e Guilherme; Jô. Técnico: Levir Culpi.
BAHIA: Marcelo Lomba; Diego Macedo, Demerson, Titi e Guilherme Santos; Fahel, Uelliton, Léo Gago e Emanuel Biancucchi; William Barbio e Henrique. Técnico: Marquinhos Santos.