icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/07/2013
17:42

A decisão tomada pela Brigada Militar na manhã desta terça-feira foi acatada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul. O Gre-Nal deste domingo, na Arena do Grêmio, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, contará apenas com uma torcida, a do Grêmio, algo inédito na história do clássico, que será disputado pela 397ª vez.

Gustavo Munhoz, procurador do Ministério Público, concedeu entrevista coletiva nesta tarde confirmando a proposta da Brigada, que havia se reunido com o Policiamento da Capital (CPC) e o Batalhão de Operações Especiais (BOE) pela manhã. Segundo Munhoz, não foi possível contestar a decisão da BM, que havia feito um levantamento técnico para pedir o Gre-Nal apenas com a torcida do time mandante, o Grêmio.

- O nosso compromisso é o compromisso técnico. O Ministério Público tem a obrigação de respeitar os órgãos que têm capacidade de emitir opinião sobre essa questão. A Brigada Militar é um órgão técnico, o MP confia na Brigada Militar, que trouxe elementos técnicos de que isso (duas torcidas) não é hoje aconselhável. Dentro desse contexto, o MP seria até irresponsável de contestar esse tipo de decisão - disse o promotor, que vê como mínima a chance de a atual situação ser modificada.

A principal preocupação da Brigada era com relação ao possível deslocamentos dos colorados, uma vez que o trajeto do Beira-Rio até a Arena não seria tão simples de ser monitorado. A BM já estuda como trabalhar para evitar que os próximos Gre-Nais sejam com apenas uma torcida.

Grêmio e Internacional se enfno Pacaembu, em duelo da décima rodada do Brasileirão. Já o Inter, vice-líder com 18, folga na rodada, uma vez que o jogo contra o Santos, no Estádio do Vale, ainda não tem data para acontecer.

A decisão tomada pela Brigada Militar na manhã desta terça-feira foi acatada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul. O Gre-Nal deste domingo, na Arena do Grêmio, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, contará apenas com uma torcida, a do Grêmio, algo inédito na história do clássico, que será disputado pela 397ª vez.

Gustavo Munhoz, procurador do Ministério Público, concedeu entrevista coletiva nesta tarde confirmando a proposta da Brigada, que havia se reunido com o Policiamento da Capital (CPC) e o Batalhão de Operações Especiais (BOE) pela manhã. Segundo Munhoz, não foi possível contestar a decisão da BM, que havia feito um levantamento técnico para pedir o Gre-Nal apenas com a torcida do time mandante, o Grêmio.

- O nosso compromisso é o compromisso técnico. O Ministério Público tem a obrigação de respeitar os órgãos que têm capacidade de emitir opinião sobre essa questão. A Brigada Militar é um órgão técnico, o MP confia na Brigada Militar, que trouxe elementos técnicos de que isso (duas torcidas) não é hoje aconselhável. Dentro desse contexto, o MP seria até irresponsável de contestar esse tipo de decisão - disse o promotor, que vê como mínima a chance de a atual situação ser modificada.

A principal preocupação da Brigada era com relação ao possível deslocamentos dos colorados, uma vez que o trajeto do Beira-Rio até a Arena não seria tão simples de ser monitorado. A BM já estuda como trabalhar para evitar que os próximos Gre-Nais sejam com apenas uma torcida.

Grêmio e Internacional se enfno Pacaembu, em duelo da décima rodada do Brasileirão. Já o Inter, vice-líder com 18, folga na rodada, uma vez que o jogo contra o Santos, no Estádio do Vale, ainda não tem data para acontecer.