icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
26/11/2014
22:43

O Minas Tênis Clube manteve a invencibilidade nos últimos jogos e superou, nesta quarta-feira, a Liga Sorocabana, fora de casa, por 84 a 65, pelo NBB. Esse foi o terceiro triunfo consecutivo da equipe da capital mineira, que possui no momento uma campanha de quatro vitórias em seis jogos disputados (66,7% de aproveitamento).

Com 24 pontos, sendo sete arremessos certos de três pontos, o ala norte-americano Robby Collum foi o grande nome da equipe mineira. Além dele, o jovem ala/pivô Léo Demétrio também contribuiu com 15 pontos.

O Minas Tênis Clube não fica entre os quatro primeiros times do NBB desde a temporada 2009/2010, quando a equipe de Belo Horizonte terminou a fase de classificação na quarta colocação e chegou à semifinal do campeonato.

A Liga Sorocabana, que teve o destaque dos ala Schneider, com 12 pontos, possui uma campanha de duas vitórias em sete partidas (28,5%).

NA QUADRA...

O Minas não se intimidou com a pressão da torcida de Sorocaba, que compareceu em peso no Ginásio Gualberto Moreira, e começou melhor a partida. Liderado pelo ala/armador Robby Collum, que estava com a mão pegando fogo no primeiro quarto ao acertar quatro bolas de três pontos, os mineiros lideraram o jogo durante todos os 10 minutos do período. Nem o bom aproveitamento dos tiros de fora da Liga Sorocabana impediu que o visitante fechasse a etapa inicial vencendo por 24 a 18.

O ritmo caiu um pouquinho no segundo quarto e o Minas aproveitou o momento para se manter na liderança. Com mais uma cesta de 3 de Collum, o time de BH colocou 13 pontos de vantagem no placar (37 a 24). A defesa mineira se sobressaiu e limitou a Liga Sorocabana a apenas 10 pontos no período, levando para o intervalo a vitória parcial por 45 a 28.

O terceiro quarto foi bem mais equilibrado e a Liga Sorocabana começou a pressionar a liderança do Minas. As bolas de fora voltaram a cair pelo lado do time da casa, mas os mineiros conseguiram segurar a reação do adversário e fechar o período na liderança por 61 a 45.

Precisando partir para o tudo ou nada, a Liga Sorocabana pressionou o adversário logo no início do último quarto. O ala Schneider chamou a responsabilidade e puxou o ataque da equipe paulista. Porém, mais uma vez, os mineiros souberam segurar o jogo e manter o confronto equilibrado até o final, sem permitir que os donos da casa conseguissem encostar no marcador.