icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/02/2015
11:52

Parece que o novo estádio do Milan vai mesmo sair do papel. O clube italiano divulgou as primeiras imagens do projeto da nova casa do tradicional clube, que será na zona de Portello. Com capacidade para 48 mil pessoas, ele foi desenvolvido pelo escritório Arup, mesmo que projetou a Allianz Arena, em Munique, e o Ninho do Pássaro, em Pequim. A Emirates Airlines, patrocinadora principal do Rossonoro, deve bancar boa parte das obras, que devem custar o equivalente a R$ 1 bilhão.

Além do estádio, o Milan e a Arup desenvolveram uma forma de revitalizar a região, e fazer um dos empreendimentos mais modernos do mundo. Vai contar com outras atrações, como restaurantes, escolinhas esportivas, hotel, área de recreação infantil, zonas verdes e espaços reservados a artistas.

Ideia é que o estádio seja discreto na cidade (Foto: Reprodução/ Twitter)

Para fazer o projeto, a Arup estudou mais de 70 estádios do mundo, não apenas de futebol. A ideia é que não seja "agressivo" visualmente, e que pareça mais com um edifício do que com um campo de futebol. Não vai passar dos 30 metros de altura, metade do San Siro, por exemplo. Outras premissas são não ter poluição sonora, não piorar o tráfego, aumentar a segurança da região, ser sustentável, aumentar o valor do local, e ainda criar cerca de 1500 empregos.

Capacidade será de 48 mil pessoas (Foto: Reprodução/ Twitter)

O Milan compartilha o San Siro com a Internazionale desde a década de 1940, e enfim deve sair da parceria até a temporada 2018/2019, quando o novo estádio deve ficar pronto. O Rossonero ainda adiantou que segue comprometido com as melhorias do San Siro. O estádio vai receber a final da Liga dos Campeões de 2016, e vai ajudar nestas obras.

Uma das inspirações para que o Milan investisse no novo estádio foi justamente a Juventus, rival do clube. Desde que inaugurou sua casa, que substituiu o Delle Alpi, a Velha Senhora vive melhor fase financeira, e principalmente esportiva.

Previsão é que o estádio esteja pronto em 2018 (Foto: Reprodução/ Twitter)