icons.title signature.placeholder LANCE!Bizz
06/11/2013
16:25

A Microsoft confirmou nesta quarta-feira que está negociando com o Real Madrid os direitos de explorar os naming rights do Santiago Bernabéu, casa do time merengue. As especulações vieram à tona no fim de outubro, conforme o L!Bizz antecipou.

A presidente da gigante de tecnologia na Espanha, Maria Garaña, revelou a história em entrevista à rede de TV espanhola Antena 3.

- Estamos conversando. As negociações existem e sabemos que outros também estão interessados - confirmou Garaña.

Como o Real possui um projeto de reforma do Bernabéu, as cifras arrecadadas deste acordo serviriam para arcar com os custos da obra, além de ajudar o clube a reduzir sua dívida, que gira em torno de 541 milhões de euros (R$ 1,6 bilhão), segundo especialistas. Atualmente, o Santiago Bernabéu - inaugurado em 1947 e que leva o nome do ex-presidente desde 1978 - possui 85 mil lugares.

O clube merengue e Microsoft já são parceiros em iniciativas de educação esportiva e tecnológica em países do Caribe e da América Latina.

Outros clubes europeus também viram na venda do nome do estádio a fórmula idela para alcançar o equilíbrio de suas finanças. O multicampeão alemão, Bayern de Munique (Allianz Arena), os ingleses Arsenal (Emirates Stadium - R$ 45,5 milhões por ano), Manchester City (Etihad Stadium - R$ 51,5 milhões por ano) são alguns dos exemplos.

No Brasil, o Palmeiras negocia com a construtora WTorre o naming rights do seu novo estádio que vem sendo construído, o Allianz Parque. A WTorre vendeu à multinacional de seguros Allianz o direito de usar o nome por 20 anos. OCorinthians está em busca de uma empresa para nomear a sua nova arena, em Itaquera, que está sendo construída com vistas à realização da Copa do Mundo.