icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/11/2014
18:49

Podem falar que ele está insatisfeito ou que não joga a bola de antes. Messi sempre responde em campo, notabilizando-se por números históricos. Neste sábado, não foi diferente. O Camp Nou teve o privilégio de assistir o camisa 10 tornar-se o maior artilheiro de todos os tempos do Campeonato Espanhol, superando Telmo Zarra e chegando a 253 gols no torneio. O craque argentino marcou o primeiro, o quarto e o quinto na goleada do vice-líder Barcelona sobre o Sevilla por 5 a 1.

O gol do recorde veio naquele momento de "siesta", o descanso de três horas após o almoço, hábito comum na Espanha e quando a preguiça ameaça falar mais alto do que a vontade de levantar e ir para o batente. Pois Messi levantou o Camp Nou com uma cobrança de falta magistral, sem chance para o goleiro Beto.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Atlético de Madrid vence e segue na parte de cima da tabela
Real vence e garante mais uma rodada na liderança do Espanhol

No início da segunda etapa, Jordi Alba, contra, quase jogou um balde de água fria. Apesar da noite de Messi, Neymar, minutos depois, desempatou a partida para o Barcelona e se consolidou como artilheiro da equipe no Campeonato Espanhol e nesta temporada.

O meia croata Rakitic fez o terceiro e matou de vez o ex-clube. No entanto, a ápice da noite chegaria mais tarde. Repetindo Ronaldinho Gaúcho, Neymar rolou para Messi, de carrinho, superar a marca de Telmo Zarra. Há dez anos, o Dentuço colocava o argentino na boa para marcar o primeiro dos 252 gols na Liga Espanhola.

A dupla não estava satisfeita. Para manter a noite de gala da parceria, Neymar deu outra assistência para Messi ampliar o recorde e chegar a 253 tentos.

O Barcelona é o vice-líder do Campeonato Espanhol com 28 pontos, contra 30 do líder Real Madrid. O Sevilla é o quinto colocado, com 23.