icons.title signature.placeholder Raphael Martins
20/04/2014
17:57

Eram 29 minutos do segundo tempo. Messi foi para a cobrança de uma falta a um passo da área. O chute violento estufa a rede do goleiro Iraizoz. Um arremate com raiva, um desabafo, uma forma do argentino mostrar que está longe de ser um jogador em decadência ou desmotivado. Foi o gol que garantiu a vitória por 2 a 1 sobre o Athletic Bilbao, que terminou uma sequência de três derrotas.

Um alívio para Tata Martino, que viu a torcida presente ao Camp Nou cantar pedindo a sua demissão após Aduriz colocar o Athletic Bilbao na frente, aos cinco minutos do segundo tempo.

O Barcelona não jogou mal. Porém ainda está longe de apresentar aquele futebol que encantou o mundo. E isso parece ser algo extremamente irritante para uma torcida que se acostumou a ver uma equipe imbatível em campo.

Jogando com uma defesa improvisada, onde apenas Bartra era zagueiro de ofício, era previsível que o Barça pudesse sofrer na retaguarda. O que ninguém esperava era que os atacantes falhassem tanto na hora de finalizar.


Crise? Barcelona vence Atlético de Bilbao de virada



Sánchez acertou o travessão, Messi perdeu um gol que não perderia há tempos atrás, e Pedro viu o goleiro Iraizoz se transformar em um paredão. Ao mesmo tempo, o Athletic assustava como na bicicleta de Aduriz que acertou a trave de Pinto.

O castigo para o Barcelona chegou no início do segundo tempo. Bartra errou o tempo da jogada, perdeu a bola e Aduriz bateu cruzado para marcar. O inferno astral do torcedor barcelonista continuava. Especulações quanto ao futuro de Tata Martino foram levantadas.

Mas em dois minutos a aflição virou alívio. Primeiro na jogada iniciada por Daniel Alves, que meteu por baixo das pernas de Mikel Rico e tocou para Sánchez. O chileno pegou mal na bola, mas ela sobrou com Pedro que marcou. A sorte estava de volta, e ficou comprovada com a cobrança raivosa de falta de Messi.

O Barcelona se mantém na corrida pelo título espanhol. Pulou para a vice-liderança, com os seus 81 pontos. Porém tem um jogo a mais que o Real Madrid, que ainda pode voltar a ultrapassá-lo. O Barça está quatro pontos atrás do Atlético de Madrid. Precisa torcer por uma derrota do Colchonero até a última rodada, quando enfrentará o time de Simeone no Camp Nou. O milagre pode acontecer?

Campeonato Espanhol (34ª rodada)

Sexta-feira (18/04)

Atlético de Madrid 2 x 0 Elche

Sábado (19/04)

Osasuna 1 x 1 Valencia
Levante 0 x 0 Getafe
Real Sociedad 2 x 1 Espanyol

Domingo (20/04)

Almería 2 x 4 Celta de Vigo
Rayo Vallecano 3 x 1 Betis
Sevilla 4 x 0 Granada
Barcelona 2 x 1 Athletic Bilbao

Segunda-feira (21/04)

Málaga x Villarreal