icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/03/2014
13:38

Desde que Puyol anunciou que iria deixar o Barcelona no fim desta temporada, possivelmente para se aposentar, vários companheiros já se manifestaram. O último foi Messi. O craque, que enfrenta a Romênia nesta quarta-feira pela seleção argentina, disse que será esquisito olhar para trás e não encontrar mais o seu capitão.

- Eu o aprecio muito. Não é uma decisão fácil para ele. Se fez é porque está totalmente convencido e e seguro de fazer. Nós vamos estranhar muito, tanto no vestiário como dentro de campo - disse o argentino em entrevista ao programa Mundo Leo:

- Desejo o melhor para ele, seja o que fizer. Espera que vá bem, seja jogando ou fazendo outra coisa, pois ele merece. É uma grande pessoa.

Messi falou ainda sobre o jogo da Argentina nesta quarta, em Bucareste. O camisa 10 ficou fora das últimas partidas, já que estava lesionado.

- Volto com muita vontade. Cada vez mais a Copa se aproxima. Faz tempo que não venho, por causa da minha lesão, e estar aqui é uma alegria - concluiu o argentino.