icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/11/2014
19:34

Já que Cristiano Ronaldo passou em branco na vitória sobre o Liverpool nesta terça-feira, e consequentemente não alcançou o recorde de Raúl, Messi o fez no dia seguinte. Nesta quarta, o Barcelona visitou o Ajax na Amsterdam Arena, venceu por 2 a 0, com dois gols do argentino. Agora, o craque é o maior marcador da história da Liga dos Campeões, com 71, ao lado de Raúl. O português tem 70. Ainda pelo Grupo F, o Paris Saint-Germain derrotou o APOEL por 1 a 0.

Com os resultados, catalães e franceses garantem suas vagas para as oitavas de final, e apenas disputam a liderança. A próxima rodada do Grupo F será no dia 25. O PSG recebe o Ajax, enquanto o Barça visita o APOEL. Pelo Campeonato Espanhol, o Barcelona joga fora contra o Almería, enquanto o Paris Saint-Germain tem o clássico com o Olympique de Marselha em casa no domingo. O Ajax jora como visitante contra o Cambuur.

Messi e Neymar voltaram a jogar juntos pelo Barcelona (Foto: Emmanuel Dunand/AFP)

O JOGO
Os dois times têm estilos parecidos de jogar, valorizando a posse de bola e exercendo pressão alta na marcação. O Barcelona teve o seu poderoso trio de ataque com Messi, Suárez e Neymar. O Brasileiro caiu mais pela esquerda buscando arrancadas, enquanto os outros dois se mexiam mais pelo centro e pela direita.

Rapidamente saiu o gol de Neymar, mas foi bem anulado. Depois disso, o jogo ficou um pouco duro, com um cartão amarelo para cada lado. Com os nervos em seus lugares, o jogo ficou equilibrado. O Ajax quase marcou um golaço com Andersen, e o Barça com Alba. Até sair o gol, e meio esquisito até.

Messi cobrou falta muito bem, Cillessen conseguiu evitar. Na volta, o Barça recuperou a bola e depois ela veio pelo alto, na linha de fundo, quase na saída da área. O goleiro veio meio atrapalhado e perdeu lance fácil para Bartra. O zagueiro centrou e achou Messi, que venceu de Van Rhijn no alto e cabeceou para o gol. Até o intervalo, o Ajax ficou perdido e nada fez.

Suárez ainda está se entrosando com o Barcelona (Foto: Emmanuel Dunand/AFP)

Na volta do intervalo, o Ajax veio batendo cabeça e demonstrava nervosismo. Aos poucos foi se ajeitando, e teve boas chances. Mas esbarrava em algumas dificuldades, e nada de sair o gol do empate. O Barça, assustado, voltou a controlar o jogo, e quase saiu o gol de Suárez, que seria o seu primeiro pelo time. Ficou na cara de Cillessen, mas chutou em cima do goleiro. Nem Messi aproveitou o rebote.

Pouco depois, o jogo ficou ainda mais equilibrado. O Ajax precisava do gol para ainda sonhar com oitavas de final. Colocou até bola na trave com Milik. Mas e então veio uma arrancada daquelas de Messi, Veltman parou e foi expulso. E acabou "encerrando" a partida para os holandeses.

Com o Ajax mais frágil, Messi aproveitou para fazer história. Pedro, que tinha acabado de entrar no lugar de Neymar, recebeu pela esquerda e deixou o argentino na cara do gol para ampliar e fazer o seu 71º pela Champions e igualar Raúl.

Cavani voltou a marcar para o PSG (Foto: Franck Fife/AFP)

PSG X APOEL
Na França, o Paris Saint-Germain jogou em marcha lenta, e conseguiu vencer o APOEL por 1 a 0 com gol logo nos primeiros segundos da partida, e conseguiu garantir a vitória sobre os cipriotas, que assegurou a vaga nas oitava de final.

Lucas, que voltou a ser titular e a ser importante para o PSG, fez boa jogada na lateral, cruzou rasteiro para o uruguaio, que dominou e virou chutando. O goleiro aceitou.