icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/11/2013
18:09

Secar os rivais na luta por uma vaga na Libertadores não é coisa que o técnico Oswaldo de Oliveira esteja disposto a fazer. De acordo com o comandante alvinegro, o Botafogo precisa fazer a sua parte, independentemente dos adversários. Neste sábado, o Flamengo encara o Goiás, que está com 52 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, um a menos do que o Alvinegro. Nem por isso Oswaldo cogita torcer pelo arquirrival do Glorioso.

- A ordem dos jogos é o que acaba proporcionando isso. Já vivemos essa situação isso outras vezes. Seja qual for o resultado, não vamos nos considerar fora do G4 até que acabe a rodada do domingo - disse o treinador, referindo-se ao jogo do Botafogo contra o Inter, que será realizado no domingo, às 17h, no Estádio Centenário (RS).

Com São Paulo e Ponte Preta classificados para a semifinal da Sul-Americana, a chance do G4 virar G3 aumentou, complicando a vida do Botafogo. Isso porque em caso de um dos clubes conquistar o título, o quarto colocado do Brasileirão não teria vaga na Libertadores do próximo ano, a não ser que o Atlético-PR fature a Copa do Brasil e termine entre os quatro primeiros, abrindo assim novamente mais uma vaga.