icons.title signature.placeholder Fábio Aleixo
01/03/2014
21:25

Apesar da derrota para Federico Delbonis (61º) na semifinal do Aberto do Brasil, por 2 sets a 1 (6-4, 6-7 [5-7] e 6-4), que o impediu de voltar à uma decisão de torneio da ATP em mais de um ano, Thomaz Bellucci (108º do mundo) não se mostrou decepcionado.

– Quando acabou o jogo, o sentimento que ficou foi de que ele foi melhor do que eu. Não saio chateado. Eu dei o meu máximo. Mas não tive a competência de manter o mesmo nível na hora de matar a partida. Cometi erros cruciais. Neste nível, não dá para jogar tão mal como foi no fim – disse Bellucci, que chegou a liderar o último set por 4 a 2.

O brasileiro, que venceu três jogos em São Paulo, antes de cair neste sábado, mostrou satisfação com o que conseguiu ao longo das duas últimas semanas - também havia alcançado as quartas de final do Aberto do Rio (ATP 500).

– Consegui estar de volta entre os 100 do ranking, que era um objetivo para este começo de ano. É algo importante para me dar oportunidade de entrar direto em ATPs (sem precisar do qualifying). Voltei a vencer e isso dá bastante confiança – afirmou.

Bellucci comemorou também o apoio da torcida. Contra Delbonis, foi muito apoiado pelo público e deixou a quadra aplaudido.

– Esta semana, de certa maneira, tentei inspirar o público a torcer por mim. Mentalmente, também melhorei minha postura. Não desisti em nenhum momento – disse.

Bellucci estava inscrito para a disputa do qualifying do Masters 1.000 de Indian Wells (EUA). Porém, como ele começa na terça-feira, o paulista teria pouco tempo para viajar e se adequar ao piso rápido. Assim, seu próximo compromisso será o quali do Masters de Miami (EUA), dentro de duas semanas.