icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/06/2014
11:53

A Espanha realizou sua primeira partida na Copa do Mundo, pelo Grupo B, em um clássico da Europa, quando enfrentou a Holanda. O jogo surpreendente deixou sequelas na Fúria e o elenco ainda mostra sinais de abalo com a goleada sofrida na última sexta, ao ser derrotado por 5 a 1 pela Holanda. Diego Costa, um dos titulares da equipe, admitiu o abalo da equipe com o resultado e ainda tenta digerir o revés do primeiro jogo.

A referência de gols da Espanha fez questão de frisar que o grupo tem condições totais para conseguir a recuperação e acredita no aprendizado que a derrota pode dar à sua equipe.

 - Ninguém gosta de perder e muito menos desta forma, mas sabemos que não podemos abaixar a cabeça porque temos todas as possibilidades de seguir em frente. Temos de aprender com as derrotas e servir de lição para que tal situação não volte a acontecer. - afirmou Diego Costa, em declarações à imprensa espanhola.



Foco e dedicação

O brasileiro naturalizado espanhol, vem sendo bastante contestado na atual campeã mundial, mas garante estar feliz e concentrado para ajudar a Espanha em sua primeira Copa do Mundo.

- Estou muito feliz com o meu primeiro Mundial. Não foi a estreia que desejava, mas foi bom. Vou fazer de tudo por esta camisa. Se estivermos todos juntos, podemos fazer com que as pessoas fiquem felizes novamente - afirmou o atacante do Atlético de Madrid

Parada dura contra o Chile

A Espanha enfrenta o Chile no dia 18 de junho, ás 16h, no Maracanã. A seleção espanhola precisa da vitória, já que o Chile acumula três pontos pela vitória por 3 a 1 em cima da Austrália. Apesar de enfrentar a seleção australiana no último jogo, um empate no Rio de Janeiro praticamente decretaria a volta da Fúria mais cedo para casa, levando em consideração o saldo de gols prejudicado pela goleada sofrida para a Holanda, deixando a equipe do técnico Del Bosque com menos quatro gols.