icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/11/2014
19:25

O técnico Mano Menezes não poupou elogios ao atacante Paolo Guerrero, artilheiro do Corinthians nesta edição do Brasileirão, com dez gols. Em entrevista concedida nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, o treinador alvinegro exaltou o retorno do camisa 9, que havia defendido a seleção peruana na última semana. Para deixar de lado a "Guerrerodependência", no entanto, o comandante destacou a força da equipe mesmo sem o centroavante em campo.

– A equipe com Guerrero vai ser melhor. Ele é um jogador experiente, capaz, principal atacante do nosso grupo. Vem vivendo um momento que faz a gente pensar assim. Mas o Guerrero não basta. Temos de ser uma equipe, como um todo, melhor do que o Grêmio – afirmou o comandante.

– O Guerrero, por exemplo, não ficou fora só nos jogos da seleção peruana. Ficou fora por suspensão também. Ele jogou poucos jogos e tivemos de resolver sem ele. Por isso sei a força da equipe. É lógico que o grupo se sente mais confortável e confiante com ele. Mas temos de ser fortes dentro de campo – completou.

Acostumado ou não com Guerrero, o Corinthians terá o camisa 9 em campo no duelo deste domingo, contra o Grêmio, em Itaquera, pelo Brasileirão. Rivalidade à parte, Mano Menezes preferiu enaltecer o caráter decisivo do jogo contra os gaúchos. Atualmente, o Timão é terceiro colocado, enquanto o Tricolor do Sul, sexto.

– Todos os motivos (de rivalidade) são acessórios pararelos menos importantes do que o jogo que para nós vem tendo caráter decisivo. Mas só se tornou tão importante porque vencemos as três últimas, avançamos na tabela, fechamos a rodada em terceiro lugar e temos três jogos pela frente para conseguir nossa vaga e um desses jogos é contra o Grêmio – explicou o treinador.

Questionado sobre a grandeza do duelo, Mano Menezes destacou a luta de Corinthians e Grêmio, rodada a rodada, desde o início do Brasileirão, por uma vaga entre os primeiros colocados. Não à toa, o técnico espera um adversário duro neste domingo.

– Sabemos que será difícil, pelo crescimento do adversário. Espero um grande jogo e vamos trabalhar muito para construir uma vitória. Penso que será um jogo bem disputado pelas características das equipes, com meio de campo forte, de marcação. Você imagina um jogo semelhante às trajetórias das equipes no campeonato – comentou.