icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
29/11/2014
13:34

Apesar do recente título da Copa do Brasil, o Atlético-MG não quer tirar o pé do acelerador nesta reta final do Campeonato Brasileiro. A começar pelo Coritiba, neste final de semana, Levir Culpi pretende levar ao campo de jogo seus melhores atletas, salvo aqueles sem condições físicas para a partida. Além do reencontro com a torcida, que não foi permitida de comparecer em grande número no Mineirão, o técnico atleticano quer terminar o Brasileiro entre os quatro melhores para alcançar um prêmio maior da CBF.

- Tivemos uma reunião com os jogadores, o Maluf estava presente, e falamos de uma coisa importante, que era a arrecadação de dinheiro. Precisamos pagar nossos profissionais. Se ficarmos entre os primeiros, haverá premiação da CBF - comentou o treinador.

MAIS:
> Ainda 'meio perdido', Rafael Carioca relembra momentos do título
> Dátolo conta que tem recebido ameaças após o triunfo na quarta

Após a partida contra o Coxa, o Atlético-MG vai a Brasília enfrentar o Botafogo, possívelmente rebaixado, já na última rodada do campeonato. A partida deste domingo, contra a equipe paranaense, marcará não só a despedida do Galo de sua torcida, mas será o último jogo de Alexandre Kalil como presidente da agremiação. Na próxima terça-feira, nas eleições do clube, Kalil passará o cargo para Daniel Nepomuceno, que será o mandatário maior do Galo nos próximos três anos.

- Vamos encher o estádio, dar a volta olímpica com a taça. Foi muito legal e vamos manter isso na memória por muitos anos. Nós temos que valorizar essa conquista. Vai ser a despedida do Kalil também e vai ser um prazer para nós. Foi um visionário, um maluco, que contratou Ronaldinho Gaúcho  e depois foi a Curitiba para me contratar - encerrou Levir, em tom de brincadeira.