icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2013
17:06

O Santos confirmou em seu site oficial que, neste domingo, às 19h30, no Maracanã, irá estampar o logotipo do Instituto Ronald McDonald no peito de sua camisa, na partida diante do Vasco da Gama.

De acordo com o comunicado, a ação será em apoio ao Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil, celebrado em 23 de novembro, em nova iniciativa da campanha Novembro Dourado.

A situação, porém, causa polêmica internamente. Isso porque a indicação do acordo partiu da S2 Publicom, empresa que está liderando o departamento de comunicação do clube, e que entrou no clube por intermédio de Ronald Luiz Monteiro, integrante do Comitê de Gestão. O empresário tem franquias da mesma rede de fast-food que dá nome ao instituto, por isso a revolta de alguns conselheiros, que veem nisso um conflito de interesses.

Anteriormente, o Santos já estampou em sua camisa o Criança Esperança e a WWF - ONG brasileira participante de uma rede internacional e comprometida com a conservação da natureza dentro do contexto social e econômico. Há algumas rodadas, o o time jogou com uma tarja rosa em alerta à prevenção contra o câncer de mama. Sem patrocínio master desde janeiro, o Peixe vinha divulgado a marca do "Sócio rei" no espaço. A retirada, aliás, causou desconforto com o departamento de marketing.

SÓCIO SUGERIU OUTRA AÇÃO

Na última quarta-feira, o sócio eleito Leandro da Silva encaminhou carta ao Comitê de Gestão, ao Conselho Deliberativo e ao departamento de marqueting do clube sugerindo que o espaço fosse usado para divulgar casas filantrópicas da própria cidade do clube, como a Santa Casa da Misericórdia de Santos. Confira a íntegra:

"DIVULGAÇÃO DE ENTIDADES FILANTRÓPICAS NO UNFORME DO SFC
Prezados Santistas,
Inicialmente destacando a importante visita que fizemos hoje à Santa Casa da Misericórdia de Santos por iniciativa do Sr. Ronald Monteiro em continuidade à nossa proposição de utilização inteligente do espaço resultante na camisa do SFC em razão da falta de patrocínio master.

Assim pudemos constatar que aquela entidade realiza um estupendo trabalho social, na Cidade de Santos e região mas recebe colaborações quase insignificante da comunidade santista, razão pela qual, sugerimos que o nome daquela entidade seja inserido com destaque dentre as entidades que merecem a divulgação para angariar colaborações que auxiliem no trabalho filantrópico desenvolvido, em substituição à cogitada divulgação do Instituto Ronaldo Macdonald que não tem necessidade de arrecadar fundos e dispões de recursos mais que suficientes para sua divulgação de seu trabalho.

Dessa forma, reiteramos por nossas manifestações anteriores reafirmando a sugestão para que o espaço disponível pela falta de patrocínio master no uniforme do SFC seja utilizado para a divulgação de ações de filantropia com inquestionável reconhecimento público, em especial a Santa Casa da Misericórdia de Santos, colaborando não só com a arrecadação de fundos para a mesma e, como já dito, superando os aspectos negativos da falta de patrocínio com ações afirmativas visando não só colaborar com tal entidade, mas angariando a simpatia de torcedores e de setores da mídia simpáticos à tais causas, alertando ao final que caso seja levado à termo essa precipitada decisão de divulgar gratuitamente o referido Instituto seremos obrigados à encaminhar o assunto para análise do Comissão de Estatuto a fim de avaliar a conduta ética contida em tal decisão que, pelas manifestações públicas, já angariou mais antipatias que simpatias à esse Instituto."

SAIBA MAIS SOBRE O INTITUTO RONALD MC DONALD

O Instituto Ronald McDonald é uma instituição sem fins lucrativos que promove a saúde e a qualidade de vida de crianças e adolescentes com câncer em todo o país. Com 19 anos de atuação no Brasil, a Casa Ronald McDonald hospeda pacientes e familiares durante o tratamento da doença. São seis unidades (Rio de Janeiro, Campinas, Grande ABC, Belém, São Paulo e Jahu), que representam no Brasil o programa global Ronald McDonald House Charities. Além das Casas Ronald McDonald, há o programa Espaço da Família Ronald McDonald, nas cidades de Sorocaba e Barretos (SP) e em breve em Cuiabá (MT) e no Distrito Federal.

Há 30 anos, as chances de cura eram de 15%. Atualmente, as oportunidades de sucesso contra o câncer infantojuvenil já chegam a 85%, para os casos diagnosticados precocemente. Por meio de diversos projetos, o Instituto beneficia por ano cerca de 30 mil crianças e adolescentes brasileiros