icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2014
19:03

Sem contar com os jogadores que atuam no Brasil, o técnico Dunga priorizou manter a base do time formado a partir de agosto e, pelo menos em um primeiro momento, não promoverá muitos testes. O time que iniciará a partida contra a Turquia, nesta quarta-feira, às 16h30, em Istambul terá duas mudanças apenas em relação à equipe que conquistou 100% de aproveitamento nos quatro primeiros compromissos.

Dos nove nomes chamados pela primeira vez pelo treinador, apenas dois deles ganharam a chance como titular. Diego Alves e Luiz Adriano serão observados nas vagas de Jefferson e Diego Tardelli, não convocados para os dois últimos amistosos do ano.

Desde o primeiro compromisso no retorno de Dunga, o novo comandante fez questão de promover uma mudança gradual após a desclassificação na Copa do Mundo. A partir da vitória contra a Colômbia, em agosto, ele definiu uma base no sistema 4-2-3-1 e, desde então, procurou garantir o entrosamento dos titulares.

Com quatro vitórias e nenhum gol sofrido, o técnico projeta concluir o primeiro semestre invicto e com uma noção do time que entrará para jogar a Copa América, em junho, no Chile. Até lá serão apenas mais dois amistosos, em março.

E para manter o atual aproveitamento, Dunga cobra seriedade do grupo diante de um jogo difícil na visão do treinador. Ele cita os confrontos na Copa do Mundo de 2002 para justificar o argumento.

- Sem dúvida, foram dois jogos importantes e difíceis em 2002. No atual momento, a Seleção turca tem um trabalho mais longo do que a Seleção. Será difícil porque os dois times têm jogadores de ótima qualidade - destacou Dunga.

FICHA TÉCNICA

BRASIL X TURQUIA

DATA/HORÁRIO: 12/11/2014, às 16h30 de Brasília
LOCAL: Sükrü Saracoglu Stadium, Istambul (Turquia)
JUIZ: Ravshan Irmatov (Uzbequistão)
ASSISTENTES: Abdukhamidullo Rasulov (Uzbequistão) e Hais Ozkahya (Turquia)

TURQUIA: Volkan Demirel; Gökhan Gönül (Tarik Çamdal), Bekir Irtegün, Mehmet Topal e Caner Erkin; Ozan Tufan, Selçuk Inan ; Gökhan Töre, Arda Turan e Olcay Sahan; Burak Yilmaz. TÉC: Fatih Terim

BRASIL: Diego Alves, Danilo, Miranda, David Luiz, Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho, Oscar, Willian, Neymar; Luiz Adriano. TÉC: Dunga