icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2013
23:39

A derrota do Santos por 1 a 0 para a Ponte Preta, neste sábado, no Moisés Lucarelli, não abalou a garotada. Isso quem garantiu foi o mais experiente Léo. Após o revés, que quebrou uma série de seis jogos de invencibilidade da equipe no Brasileirão, o lateral-esquerdo disse que o elenco tem como meta chegar ao G4.

Na oitava posição do Campeonato Brasileiro (12 pontos), o time da Vila Belmiro está apenas a três pontos do Cruzeiro, atualmente o quarto colocado na tabela (15 pontos).

- Não pode pensar em aspecto negativo. O Santos é um clube grande, de tradição, nossa meta é entrar entre os quatro primeiros e brigar pelo título. Agora é dar continuidade ao trabalho - garantiu.

Sobre o fato do time oscilar um pouco mais do que devia por conta do grande número de garotos no elenco, Léo explicou que nessas horas os mais experientes precisam apoiar os meninos. Para ele, faltou arriscar mais a gol em Campinas.

- É comum oscilar, temos de passar tranquilidade pra eles e procurar melhorar. Finalizamos pouco durante a partida - concluiu.

Santos joga mal e Ponte Preta vence por 1 a 0

A derrota do Santos por 1 a 0 para a Ponte Preta, neste sábado, no Moisés Lucarelli, não abalou a garotada. Isso quem garantiu foi o mais experiente Léo. Após o revés, que quebrou uma série de seis jogos de invencibilidade da equipe no Brasileirão, o lateral-esquerdo disse que o elenco tem como meta chegar ao G4.

Na oitava posição do Campeonato Brasileiro (12 pontos), o time da Vila Belmiro está apenas a três pontos do Cruzeiro, atualmente o quarto colocado na tabela (15 pontos).

- Não pode pensar em aspecto negativo. O Santos é um clube grande, de tradição, nossa meta é entrar entre os quatro primeiros e brigar pelo título. Agora é dar continuidade ao trabalho - garantiu.

Sobre o fato do time oscilar um pouco mais do que devia por conta do grande número de garotos no elenco, Léo explicou que nessas horas os mais experientes precisam apoiar os meninos. Para ele, faltou arriscar mais a gol em Campinas.

- É comum oscilar, temos de passar tranquilidade pra eles e procurar melhorar. Finalizamos pouco durante a partida - concluiu.

Santos joga mal e Ponte Preta vence por 1 a 0