icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/11/2013
15:09

Na manhã desta terça-feira, o Penapolense, enfim, apresentou de forma oficial o jovem meia Matheus Índio. O clube paulista, que vai disputar neste ano o campeonato estadual da primeira divisão, se apegou a uma liminar obtida pelo jogador na Justiça para rescindir com o Vasco, apesar de o departamento jurídico carioca ter alertado sobre uma possível punição posteriormente, em casa de uma reviravolta.

Apesar da liminar obtida por Matheus Índio, o caso ainda está na Justiça e o jurídico do Vasco vem acompanhando todos os passos. Em recente contato, alertou ao clube paulista que, como a decisão ainda não era definitiva, a assinatura de contrato poderia acarretar em uma multa de R$ 20 milhões.

Na apresentação desta manhã, Índio não entrou no polêmico assunto, quase não falou de Vasco, e elogiou o novo clube.

- Praticamente esta disputa será minha estreia no profissional e minha expectativa é as melhores possíveis para ajudar o Penapolense a realizar uma campanha idêntica ou até melhor que a deste ano - disse Índio, ao site oficial do Penapolense.

Aos 17 anos, o meia não fazia parte do elenco principal do Vasco e ainda integrava a equipe de juniores do clube.

O Vasco possui 60% dos direitos de Matheus Índio, enquanto o Grupo Sonda tem 20% e o próprio atleta tem outros 20%. O Penapolense foi escolhido como destino para Índio pela parceria do clube com o Sonda.