icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/07/2013
16:01

O jogo entre Atlético-MG e Criciúma teve um baixo apelo da torcida do Galo. Mas o pior público do clube no novo Independência mostrou um lado positivo: uma prévia do que será o Horto na quarta-feira, diante do Newell's. Os 4 mil representantes da Massa deram seu apoio aos jogadores e a decisão da semifinal da Libertadores estava na mente de todos.

- Deu para sentir a energia, foi bom, importante é vencer para ganhar confiança, com certeza, desde que o juiz apitou o jogo lá temos isso na cabeça, confiança muito grande e agora é trabalhar isso para quarta-feira - afirmou o atacante Jô, que ficou no banco diante do Criciúma e será a grande esperança de gols do Galo diante do NOB.

Já o lateral Richarlyson também se mostrou satisfeito com o comportamento da Massa na vitória de domingo.

- Fizemos uma bela partida e saímos com a vitória, que é o mais importante, olha o que a torcida fez, os poucos que vieram nos apoiaram e será assim na quarta-feira.

 

O jogo entre Atlético-MG e Criciúma teve um baixo apelo da torcida do Galo. Mas o pior público do clube no novo Independência mostrou um lado positivo: uma prévia do que será o Horto na quarta-feira, diante do Newell's. Os 4 mil representantes da Massa deram seu apoio aos jogadores e a decisão da semifinal da Libertadores estava na mente de todos.

- Deu para sentir a energia, foi bom, importante é vencer para ganhar confiança, com certeza, desde que o juiz apitou o jogo lá temos isso na cabeça, confiança muito grande e agora é trabalhar isso para quarta-feira - afirmou o atacante Jô, que ficou no banco diante do Criciúma e será a grande esperança de gols do Galo diante do NOB.

Já o lateral Richarlyson também se mostrou satisfeito com o comportamento da Massa na vitória de domingo.

- Fizemos uma bela partida e saímos com a vitória, que é o mais importante, olha o que a torcida fez, os poucos que vieram nos apoiaram e será assim na quarta-feira.