icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/02/2015
13:40

Na última quarta-feira, o Figueirense deu um importante passo rumo à classificação no hexagonal final do Catarinense. Enfrentando a líder Chapecoense em plena Arena Condá, o alvinegro venceu por 1 a 0 e fica a três pontos da vaga na fase final.

Dentro de campo, o capitão Marquinhos foi quem mais se entregou. Ainda na primeira etapa, o zagueiro sofreu uma lesão com fratura exposta no dedo mínimo da mão direita. Apesar da dor, o capitão sabia da importância do jogo e permaneceu em campo, ajudando o Figueira a vencer o time que, até então, não havia perdido nesta temporada.

- Vitória muito importante. Sabíamos que seria um jogo difícil. O espírito é esse. É o espírito do ano passado, que demos aquela grande arrancada na Série A. Infelizmente me machuquei logo no primeiro tempo. Mas jogo assim não dá para ficar de fora. É impossível. Mesmo com dor deu para aguentar até o final e ajudar a equipe a conquistar a vitória.

Dividindo a liderança com a Chape, o Figueirense tem mais um difícil confronto pela frente. Neste sábado, enfrenta o Criciúma e precisa da vitória para garantir a vaga na fase final e, se a Chape perder sua partida, assumir a liderança isolada. Mesmo lesionado, Marquinhos já avisa que quer enfrentar o Tigre.

- Já quero estar em campo no sábado para judar mais uma vez o Figueira. Quero jogar. Tem que ser assim. Vamos ver com calma hoje. Mas precisamos de mais uma vitória e vamos em busca dela contra o Criciúma. Contamos com o apoio do torcedor alvinegro.

Figueirense e Criciúma entram em cmapo neste sábado, às 19h30 da noite, no Orlando Scarpelli, em duelo válido pela sexta rodada do Catarinense.